Museu de Arte Contemporânea abre quatro exposições

19 de dezembro de 2011

Nesta terça-feira (20), o Museu de Arte Contemporânea abre quatro exposições simultaneamente. Serão exibidas obras de artistas de diferentes gerações que se utilizam de variadas técnicas, entre elas fotografias, esculturas e colagens, fazendo da visitação de cada instalação uma experiência impactante. A abertura acontecerá às 19 horas e a entrada é gratuita.

 

Nova Visitação – Desenhos, de Eduardo Eloy

 

O conjunto dos 70 trabalhos de Eduardo Eloy, em exibição no MAC, revela a inquietação poética de um artista. Seus desenhos dialogam fortemente com a cor trazida à superfície do papel pelo uso da técnica de pintura “aguada”. A experimentação que Eloy vem desenvolvendo nos últimos três anos nasceu do acidente de um café derramado sobre um trabalho. O resultado da mancha sobre o suporte foi imediatamente capturado esteticamente e logo vieram novas indagações e o estímulo para pesquisar as formas imprevistas. As manchas aleatórias estimulam o trabalho do artista, criando novos desafios de trabalho. Nele, o artista interfere com traços intencionais ou impulsivos, com pequenos gestos ou gestos largos, com a inscrição de seu vocabulário iconográfico, fruto da imaginação.

 

Sala Experimental – Paulo Lima e Diego Moreno

 

Uma viagem nas memórias e vivências distorcidas através das lentes do jovem fotógrafo Diego Moreno. Assim pode ser escrita resumidamente a ideia por trás da exposição “Seja feita a vossa vontade…”. A exposição se utiliza de máquinas digitais de baixo custo, enxergando no cotidiano religioso a forma automática para criar imagens surreais. A partir de efeitos de câmera e jogos de luz e sombras, o artista impõe um estilo predominantemente onírico, distorcido e cheio de contrastes.

 

O trabalho de Paulo Lima consiste na apresentação de um vídeo para construir uma leitura temática sobre o movimento, o corpo e o cotidiano.  Os dois artistas foram contemplados pelo edital para projetos de exposição, lançado em 2010 pelo MAC.

 

Fotografia Contemporânea – Experimento

 

As obras de Marcelo Brasileiro são frutos de uma experimentação química com emulsão e papel fotográfico. Os resultados são obras impactantes e inusitadas com formas abstratas e coloridas.

 

Cíceros

 

Fotos homenageando os romeiros de Juazeiro do Norte. As imagens foram capturadas pelo fotógrafo Leopoldo Kaswiner no Dia de Finados e trazem o momento de chegada dos romeiros à cidade de Padre Cícero em caminhões e paus-de-arara. As fotos fazem parte de um trabalho maior do fotógrafo em que retrata figuras populares do Nordeste, como vaqueiros, rendeiras e pescadores.

 

30 anos esta noite – Coletiva de artistas cearenses

 

O projeto reúne obras de cinco artistas cearenses que iniciaram sua trajetória em meados da década de 1980 e ainda são atuantes em Fortaleza. Os trabalhos serão distribuídos em salas diferentes, compondo uma atmosfera característica em cada uma delas. Serão apresentados obras dos artistas Ascal, José Pinheiro, Tarcísio Felix, Vidal Jr. e Cleoman Fontenele.

 

A instalação produzida pelo artista Ascal traz vário objetos geométricos semelhantes construídos com argila e ferro. José Pinheiro apresenta a sua pesquisa com formas geométricas, volume e furos no espaço trabalhado. Tarcísio Félix traz pinturas hiper realistas retratando o cotidiano de quem utiliza os transportes coletivos de Fortaleza. Vidal Jr exibe objetos construídos com elementos do cotidiano, como embalagens de salgadinhos, seringas descartáveis e tíquetes de metrô. Cleoman Fontenele exibe seu trabalho com ex-votos, utilizando técnicas eruditas para a construção de objetos de origem popular.

 

Serviço – Abertura de exposições – Terça-feira, 20, às 19h no MAC. Acesso livre. Mais informações: (85) 3488-8624.

 

19.12.2011

Assessoria de Comunicação e Marketing do IACC

Dalviane Pires (dal.pires@gmail.com / 85 3488.8625)