UPA de Maranguape realizou 276 atendimentos no primeiro fim de semana

19 de dezembro de 2011

Em seu primeiro fim de semana de funcionamento, a Unidade de Pronto Atendimento de Maranguape realizou 276 atendimentos clínicos e pediátricos. A UPA 24h iniciou o funcionamento às 7 horas da sexta-feira (16) e realizou 134 atendimentos no primeiro plantão, 69 no sábado (17) e 73 no domingo (18). Nos três dias foram feitos atendimentos inclusive de casos graves de AVC, insuficiência cardíaca, traumatismo crânio-encefálico e envenenamento por chumbinho. Os pacientes graves foram estabilizados e transferidos por unidades do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) para hospitais de referência como o Hospital Geral de Fortaleza (HGF) e Instituto Dr. José Frota (IJF), devidamente regulados.

 

Localizada na Avenida Almir Pinto, no bairro Novo Maranguape II, área estratégica de acesso, a UPA 24h de Maranguape é a primeira de 32 que a população do Ceará terá para atendimento de casos de urgência e emergência. Desse total, há 10 com as instalações prontas que serão equipadas para inauguração no próximo ano. Como unidade de funcionamento 24 horas, a UPA 24h se diferencia de um posto de saúde, que não funciona à noite e  nos finais de semana. Quando o paciente chega à UPA, os médicos prestam socorro, controlam o problema e depois que fazem o diagnóstico decidem se é necessário encaminhar o paciente para um hospital ou mantê-lo em observação por até 24 horas. Na UPA, além de médicos clínicos gerais, há pediatras, com uma área específica para atendimento a crianças. 

 

Entre os serviços oferecidos, estão o de raio X, eletrocardiograma e exames de laboratório. Ou seja, estrutura para atendimento a casos de pressão alta, febre, cortes, queimaduras, e ainda para o primeiro atendimento a infarto ou Acidente Vascular cerebral (AVC). Nas 24 horas do dia, a UPA de Maranguape deve realizar até 200 atendimentos. Esse número é definido a partir da capacidade instalada e definida para o porte das UPAs, classificadas em três diferentes portes. De porte 2, a UPA de Maranguape cobre uma população de até 200 mil habitantes. Para a construção da UPA, o governo do Estado e o Ministério da Saúde investiram R$ 2.725.000,00. Em aquisição de equipamentos o investimento foi de R$ 1.204.313,20.

 

19.12.2011

Assessoria de Imprensa da Sesa

Selma Oliveira / Marcus Sá (selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220)