473 homens do BPTur patrulham todo o litoral cearense na “Operação Alta Estação”

29 de dezembro de 2011

Os 473 homens do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur) vão atuar ao longo dos 573 quilômetros da costa litorânea cearense, desde a praia de Bitupitá em Barroquinha até praia de Ibicuitaba, em Icapuí, além dos principais corredores turísticos do litoral. De acordo com o comandante do BPTur, Ten-Cel. PM John Roosevelt Rogério de Alencar, essa é uma das ações determinadas pelo Secretário de Segurança e Defesa Social, Francisco Bezerra e que faz parte da “Operação Alta Estação”, iniciada no dia 2 de dezembro de 2011 e que segue até o dia 8 de março de 2012.

 

Além do efetivo do BPtur, Policiais Militares do Ronda de Ações Intensivas e Ostensivas (RAIO) e o Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) dão apoio na operação. Também são empregados no policiamento no litoral, os patinetes elétricos (segways) e 50 viaturas 4×4.  Entre as ações empregadas pelo BPTur estão os guardiões da areia, policiais militares trajando bermuda e tênis que atuarão na faixa de areia, para dar mais segurança também aos banhistas que normalmente vão a praia e querem ficar mais próximos do mar.

 

O Comandante do BPtur, lembra também que, apesar do reforço no policiamento, os cuidados com a própria segurança são fundamentais. “O cidadão não pode esquecer de que ele também é responsável pela segurança pública. E ele pode nos ajudar, sendo discreto na condução de objetos de valor, haja vista que o uso de joias, relógios, correntes de ouro, costuma atrair a atenção de delinquentes, pois, como em toda grande metrópole, você deve evitar certos riscos”, afirma.

 

O comandante recomenda, ainda, alguns cuidados que o cidadão pode ter como:

– não manusear grandes quantias de dinheiro, preferindo o uso de cartões de crédito;

– não deixar seus pertences sem vigilância;

– não fornecer informações pessoais para qualquer pessoa;

– não circular por ruas ou praças desertas ou mal iluminadas;

– carregar filmadora, máquina fotográfica ou celular de maneira discreta;

– pedir informações à recepção do hotel antes de sair, que o ajudará com boas dicas de passeio e restaurante, bem localizados e seguros;

– evitar ingerir bebidas alcoólicas, acompanhado de pessoas estranhas, a fim de não “cair no conto do boa noite de cinderela”.

 

28.12.2011

 

Assessoria de Imprensa da SSPDS

Henrique Silvestre/ Leonardo Heffer – 3101.6519