Convênio prevê ocupação para jovens cearenses

16 de Fevereiro de 2012

Com 6.055 jovens inseridos no mercado formal de trabalho, em 2011, e cerca de 600 empresas credenciadas por meio dos Projetos Primeiro Passo e Juventude Empreendedora, a Secretaria Estadual do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) celebrou nesta quarta-feira (16) um novo convênio. Com o objetivo de realizar ações para inclusão de mais jovens aprendizes, o Governo do Estado, por meio da secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), assinou contrato de cooperação técnica com a Federação das Associações de Jovens Empresários do Ceará (Fajece) e a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRT-CE).

O convênio foi assinado pelo titular da STDS, Evandro Leitão, pelo superintendente da SRT-CE, Júlio Brizzi Neto, e pelo coordenador da AJE, Victor Parente Ponte, durante solenidade realizada na Federação das Indústrias do Ceará (Fiec) e que contou com a presença do governador Cid Gomes. A iniciativa, explica o Secretário, é mais uma ação da STDS, no sentido de apoiar às micro e pequenas empresas e de estímulo ao jovem empresário para empreender, para criar e gerar novos negócios no Estado.

“Formar novos líderes é fundamental, porque precisamos na política e nos negócios de pessoas bem intencionados. Precisamos formar jovens lideranças”, destacou o governador, ao defender a iniciativa, para um grupo de jovens empresários e de lideranças classistas que participaram do Café Político, promovido pela Associação dos Jovens Empresários.

Parceria

Pelo convênio, fica estabelecido que a STDS irá disponibilizar técnicos e espaço físico para formação e capacitação de jovens aprendizes, para trabalharem em empresas filiadas à Fajece, em vários segmentos, de acordo com a demanda do setor produtivo e de serviços. A proposta é credenciar as empresas ao Projeto Primeiro Passo, da STDS, ampliando assim a capacidade de empregabilidade das empresas e criando novas oportunidades de geração de trabalho e renda aos jovens carentes do Estado.

Da mesma forma, garante o coordenador da Fajece, a entidade se compromete a intermediar e facilitar a contratação dos jovens aprendizes inscritos no Primeiro Passo, enquanto a SRT-CE prestará todas as orientações necessárias às empresas à formalização e efetiva contratação dos jovens aprendizes. O acordo de cooperação técnica terá vigência de 24 meses, a partir da data de assinatura, podendo ser prorrogado ou cancelado pelas parte ao término do período conveniado.

 

16.02.2012

Assessoria de Comunicação da STDS
Carlos Eugênio Saraiva Nogueira
Fone: 3101.2099 / 2089
Cel: 8878.8510 / 9987.0400
E-mail: imprensa@stds.ce.gov.br
Twitter: @stdsonline