Cid Gomes se reúne com BID para tratar do Programa Ceará IV

6 de Março de 2012

Mais recursos para a malha rodoviária cearense. Foi com esse objetivo que o governador Cid Gomes se reuniu nesta terça-feira (06), em Washington (EUA), com o presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Luis Alberto Moreno. Durante a audiência, Cid Gomes explicou o Programa Ceará IV, que compreende recursos de US$ 756 milhões, sendo US$ 600 milhões oriundos de financiamento com o BID e US$ 156 milhões em contrapartida do Governo do Estado. A reunião foi acompanhada pelo secretário da Infraestrutura, Adail Fontenele. Na avaliação do BID, o Governo do Ceará dá exemplo para o Brasil como modelo de aplicação de recursos públicos.

 

Para a liberação do financiamento, o Banco enviou ao Ceará no fim do mês de janeiro uma missão de identificação e no decorrer do mês de abril chegarão novos técnicos para a missão de orientação para detalhar as demandas do Estado. A previsão é que até o fim deste ano, as obras sejam iniciadas. O Ceará IV é uma sequência de programas anteriores que receberam financiamento do BID. O Ceará I, executado na década de 1990, teve o objetivo de restaurar a malha viária; o Ceará II, concluído em 2006, teve a finalidade de interligar as sedes muncipais; o Ceará III, que está em fase de conclusão, teve o objetivo de ampliar o acesso aos polos regionais. O Ceará IV destinará recursos para a potencialização do desenvolvimento do Interior do Estado. 

 

Roteiro

 

Na segunda-feira (06), o governador Cid Gomes se reuniu, também em Washington, Estados Unidos, com a diretoria do Expot-Import Bank of the United States (Eximbank) para tratar do financiamento para a implantação do Acquario Ceará. Com a emissão da licença de instalação (LI) na última sexta-feira (2), pela Semace, e a aprovação do EIA/Rima pelo Conselho Estadual do Meio Ambiente (Coema), a previsão é que até o fim deste mês de março seja dada a ordem de serviço para as obras de construção do equipamento.

 

No último sábado, governador Cid Gomes visitou, em Toronto, no  Canadá,  a Caterpillar Tunneling Corporation, com o objetivo de conhecer a tecnologia que mais se adapta às condições da construção da Linha Leste do Metrô de Fortaleza, que será toda subterrânea em cerca de 12 quilômetros de extensão. Na sexta-feira (2), a comitiva visitou a empresa Robbins, em Cleveland, nos Estados Unidos,  que é uma das maiores empresas em projetos de perfuração de túneis do mundo.

 

Na quinta-feira (1), em Miami, Estados Unidos, o Governador conheceu a empresa Terremark Worlwide Inc. O objetivo da visita foi conhecer um dos maiores data centers do mundo, já que o Governo tem buscado atrair uma empresa desse porte para o Estado. Com uma rede global de centros de dados e um portfólio abrangente de soluções de segurança, Terremark tem contribuído para soluções em comunicação e segurança para empresas e poder público.

 

Na quarta-feira (29), Cid Gomes visitou a Carso S/A, fábrica de anéis pré-moldados para revestimentos de túneis, localizada na Cidade do México, no México. Lá, ele acompanhou a execução de um túnel de 62 quilômetros de extensão feito pelo equipamento (shield). Essa mesma tecnologia poderá ser empregada na Linha Leste do Metrô de Fortaleza. Na terça-feira (27), a comitiva já tinha visitado em Bogotá, na Colômbia, a fábrica de louças Eternit. Há 70 anos, a empresa instalou uma das suas três sedes principais na Colômbia e é uma das maiores indústrias de louça do mundo.

 

O retorno da comitiva acontece na noite desta quarta-feira (7). Até essa data o presidente da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Roberto Cláudio, assume o Governo do Estado.

 

06.03.2012

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Casa Civil (comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898)