Jericoacoara vai receber Centro de Visitantes e novas trilhas de passeio

14 de Março de 2012

Visitar o Parque Nacional de Jericoacoara vai ficar mais agradável e seguro. A região que abriga uma das praias mais belas do mundo vai receber novas estruturas de acesso e controle e um centro de apoio aos visitantes, orçados em R$ 1,5 milhão. Até o início do segundo semestre, a Secretaria do Turismo (Setur) vai iniciar processo licitatório para a elaboração de projetos e construções. A ação é uma parceria com o Ministério do Turismo (MTur) e o órgão responsável pela gestão de parques nacionais, o Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio).

 

Com a implementação desses equipamentos, será possível qualificar a estrutura de atendimento turístico, organizar as visitas e garantir a preservação dos ecossistemas da região, que incluem mangues, restingas e lagoas. A principal intervenção é o Centro de Visitantes, projetado para desenvolver exposições, palestras e outras atividades de cunho socioambiental, de diversidade biológica, cênica, ecológica, arqueológica, paleontológica e histórico-cultural.

 

A capacidade da estrutura considera um aumento de no mínimo 30% no número de visitantes na região, garantindo a sustentabilidade do projeto. O espaço vai ter recepção, bilheteria, banheiros, auditório, salas de administração e multiuso, biblioteca, ambientes para exposição permanente e temporária e outros espaços de apoio.

 

Já os elementos arquitetônicos e de paisagismo são integrados à paisagem natural, servindo como referencial de respeito ao meio ambiente e polo de promoção da educação ambiental sustentável. Para tanto, estão previstos programa de gerenciamento de resíduos sólidos, uso de materiais regionais, uso de energias limpas e reutilização da água.

 

Novos acessos e readequação de trajetos

 

Além do apoio ofertado pelo centro de visitantes, quem for ao parque vai ser informado logo na entrada sobre as normas e restrições no interior do Parque Nacional de Jericoacoara.

 

Nas quatro entradas vão ser instaladas guaritas de controle de acesso em madeira, integradas à paisagem natural, onde vão ser estar os painéis informativos.

 

As trilhas – do Serrote, que leva ao Farol e à Pedra Furada e a do Circuito das Dunas – vão ser recuperadas e devem ficar mais confortáveis para os visitantes, com bancos, guarda-corpo, lixeiras, quiosques, áreas para descanso, escadas e passarelas de acesso.

 

Todas as intervenções são fruto de um convênio entre a Setur e o MTur e obedecem às normas de preservação ambiental do ICMBio. A previsão para a conclusão da licitação e início das obras é agosto de 2012.

 

SAIBA MAIS:

 

O Parque Nacional de Jericoacoara foi criado em 2002, a partir da transformação da então Área de Proteção Ambiental (APA) para parque.

 

O parque é classificado pelo ICMBio como “ecossitema extremamente vulnerável” e as principais espécies animais encontradas são aves.

 

Aproximadamente 40 espécies de aves raras e/ou ameaçadas de extinção habitam o parque.
A área protegida por lei é de aproximadamente 6,3 quilômetros quadrados, sendo a maior parte no município de Jijoca de Jericoacoara e uma pequena porção em Cruz.

 

14.03.2012

Assessoria de Comunicação da Setur

Carmen Inês/ Mara Cibely /Tunay Peixoto (carmeines@setur.ce.gov.br / 85 3101.4654 – 8732.2041)