Acquário: Termo de cooperação entre Governo e UFC será assinado nesta quinta (22)

21 de Março de 2012

O acordo de cooperação técnica entre a Universidade Federal do Ceará (UFC) e o Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria do Turismo (Setur), será firmado nesta quinta-feira (22), oficializando a parceria que vai orientar as ações do Acquário Ceará.  O Instituto de Ciências do Mar – Labomar, órgão vinculado à UFC que desde 1960 realiza pesquisas sobre vida marinha, vai ser responsável pelo apoio ao Estado na parte científica, manutenção, tratamento dos animais e definição de espécies a serem expostas e estudadas no Acquário Ceará.

 

Com o termo de cooperação, a Setur reafirma a vocação múltipla do Acquário, que tanto vai ser o maior ícone edificado do Ceará e sua principal atração turística, quanto vai tornar o Estado um dos principais centros de estudos da biologia marinha, através do crescimento das atividades do Labomar.

 

A solenidade vai ocorrer às 10 horas, no Centro de Estudos da Aquicultura Costeira (Ceac), com a presença do secretário do Turismo, Bismarck Maia; do reitor da UFC, Jesualdo Farias; representantes do Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA) e da Rede de Aquicultura das Américas (FAO/ONU), além de outros representantes da comunidade acadêmica.

 

Acquário vai ser o terceiro maior do mundo

 

Orçado em US$ 150 milhões, com financiamento do Ex Im Bank, o Acquário Ceará deve dobrar o fluxo turístico do Ceará e inseri-lo tanto no circuito mundial de grande ícones arquitetônicos, quanto no de turismo científico. Após a liberação das licenças ambientais e de instalação, as obras de fundação começaram em meados de março.

 

Com 21,5 mil metros quadrados de área construída e 38 tanques-recinto de exibição com capacidade para 15 milhões de litros, o Acquário terá em seus quatro pavimentos áreas de lazer, dois cinemas 4D, simuladores de submarino, equipamentos que proporcionam interação entre público e aquário e túneis submersos que levarão os visitantes ao interior do tanque de animais marinhos.

 

A previsão é que o equipamento receba, anualmente, 1,2 milhão de visitantes e tenha uma receita direta de R$ 22 milhões. Além disso, serão gerados 150 empregos diretos, 1,6 mil indiretos e 18 mil empregos na cadeia produtiva.

 

Serviço:

 

Assinatura do termo de cooperação técnica entre Setur e Labomar

Quinta-feira (22), 10 horas.

Centro de Estudos em Aquicultura Costeira – Ceac

Rua Coronel Ednardo Weyne, s/n. Bairro Cararu, Mangabeira, Eusébio.

 

21.03.2012

Assessoria de Comunicação da Secult

Carmen Inês / Mara Cybelly (sonara.capaverde@secult.ce.gov.br / 85 3101.6759 – 8732.2041)

Twitter.com/seturce