Ceará é o primeiro do Nordeste no ensino fundamental e médio incompleto

3 de Abril de 2012

O Ceará é o estado da região Nordeste que tem a melhor colocação no nível de instrução fundamental e médio incompleto no ano de 2010. São 1,24 milhão de pessoas ou o equivalente17,5% da população. Isso é o que revela novo trabalho do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), órgão vinculado à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) do Governo do Estado, que tem como tema “A Evolução da Frequência Escolar e Nível de Instrução no Estado do Ceará”, com base nos dados do Censo 2010 do IBGE.

 

O estudo foi divulgado nesta terça-feira (03), pelo diretor do Ipece, professor Flávio Ataliba. O trabalho completo pode ser acessado no www.ipece.ce.gov.br.

 

Na década (2000/2010), o Ceará passou de 11,3% da população em 2000 para 17,5%em 2010 na distribuição dos estudantes (frequência escolar) no nível médio de ensino, significando incremento de 55,1%. Tal desempenho superou os resultados apresentados pelo Nordeste, com 44% de incremento no mesmo período, e do Brasil, que ficou em 14,6%. Outros níveis de ensino no Ceará também cresceram, com, por exemplo, a graduação, com 113,2%; a pós-graduação, com 687,1% cento e a “creche”, com variação de 41,9% em 2010 em relação a 2000.

 

De acordo com o professor Flávio Ataliba, o Ceará, que tem população aproximada de 8,5 milhões de habitantes I (Censo 2010), tinha, naquele ano, 2,8 milhões de pessoas frequentando algum nível de ensino, número que corresponde a 33% da população,  superior em 2,58% à realidade de 2000. No Nordeste, está proporção era de 33,7% e no Brasil atingia 31,2%. Os dados da pesquisa – observa o Diretor Geral do Ipece – são importantes, pois podem traduzir informações úteis no planejamento de políticas educacionais e ajudar a compreender fenômenos sociais relacionados à educação formal no período recente.

 

03.04.2012

Assessoria de Imprensa do Ipece

Pádua Martins (padua.martins@ipece.ce.gov.br / 85 3101.3508)