Especialistas europeus em conservação e preservação ministra palestra na UECE

26 de Abril de 2012

A Aula Inaugural do Curso de Especialização/Aperfeiçoamento em Educação e Permacultura para a Sustentabilidade das Unidades de Conservação será às 19 horas desta sexta-feira (27), no Auditório Paulo Petrola da Reitoria da Universidade Estadual do Ceará (Uece), no Campus do Itaperi. Para ministrar a aula foram convidados o renomado Arquiteto holandês Johan Van Lengen Moes (Autor do Manual do Arquiteto Descalço) e Peter Dylan Van Lengen Moes, Fundador e Coordenador Geral do Instituto TIBÁ, Centro de referencia em Permacultura no País, sediado  no Rio de Janeiro.

 

O Curso, em parceria com a Gaia Education e a Secretaria do Meio Ambiente e Controle Urbano de Fortaleza (SEMAM), conta com o patrocínio do Banco do Nordeste do Brasil-BNB, que integra também o Movimento de criação do primeiro Bairro Ecológico de Fortaleza, na Unidade de Conservação de Sabiaguaba, à luz da Transition Towns. Na ocasião, será prestada uma homenagem ao convidado especial Johan Van Lengen Moes.

 

O curso tem os seguintes objetivos específicos: promover o desenvolvimento de uma cultura e ações preservacionistas junto aos diversos atores da comunidade baseados no conservacionismo e nos princípios éticos do Design Permacultural; proporcionar meios e incentivos para atividades de pesquisa científica, estudos e monitoramento ambiental através da implantação de tecnologias sustentáveis facilmente replicáveis; assegurar a participação da população local na implementação do primeiro bairro ecológico do Município de Fortaleza (Bairro da Sabiaguaba); e capacitar mão de obra especializada voltada para a implantação de práticas ecológicas conservacionistas em Unidades de Conservação.

 

O curso é constituído de disciplinas teóricas, ministradas na  Universidade e de uma parte prática de 40 horas, quando serão realizadas ações extensionistas para a implantação de técnicas de Permacultura nas comunidades das Unidades de Conservação da Sabiaguaba. A parte teórica do currículo está organizada na  perspectiva da Educação para a Sustentabilidade, à luz do Gaia Education, aborda quatro dimensões intrínsecas da experiência humana: Social, Ecológica, Econômica e Visão de Mundo. Cada dimensão contém  cinco módulos, totalizando vinte áreas temáticas que estão interligadas entre si e entre as dimensões centrais.

 

A parte prática do Currículo se inicia num primeiro momento com visitas de sensibilização às escolas das Unidades de Conservação de Sabiaguaba, seguindo-se da elaboração participativa do planejamento estratégico. Em seguida será realizado o Seminário “Eco-alfabetização como ferramenta pedagógica” para professores e moradores envolvidos no funcionamento da escola, que servirá para o nivelamento e a compreensão profunda da metodologia proposta. Cumprida esta etapa, será realizada a oficina “Princípios da Permacultura” que capacitará os gestores, os professores, os pais e alunos da escola e permitirá a execução do planejamento permacultural participativo dos sistemas permaculturais que serão implantados na comunidade.

 

Os sistemas permaculturais são os seguintes: Quintais produtivos – A implantação de quintais produtivos preconiza o estímulo à produção local de alimentos baseada nos princípios da Permacultura e da Agroecologia, em unidades familiares situadas na região das Unidades de Conservação; Saneamento Ecológico – A implantação de Bacias de Evapotranspiração na região garantirá a preservação e não poluição dos recursos hídricos da região. Esta técnica de saneamento ecológico pode ser aplicada tanto numa casa, vila ou em apartamentos, não exala  odores, tem baixo custo de implantação e manutenção; é uma tecnologia de domínio público e sem uso de poluentes; e Permacultura na escola – O envolvimento de crianças nesse processo é fundamental para o sucesso a longo prazo dos esforços para a sustentabilidade. Para isso, propõe-se a qualificação e ecoformação da comunidade escolar como um todo (pais, alunos, professores, diretores, comunidade, etc.) em atividades práticas e teóricas relacionadas à ecopedagogia, através da permacultura e seus campos pedagógicos emergentes.

 

Fonte / Informação: Pró-Reitoria de Extensão (85) 3101-9659

 

26.04.2012

 

Assessoria de Imprensa da UECE

Fátima Serpa – 85 3101.9605

fatima.serpa@uece.br