Primeiro Passo forma 150 jovens de Maracanaú, Baturité e Capistrano

19 de junho de 2012

O Governo do Estado, através da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) entrega esta semana ao mercado de trabalho mais 150 novos profissionais, nas áreas de Serigrafia, Corte e Costura e Mecânica de Motos. A solenidade de conclusão dos cursos acontece nesta quarta-feira (20), às 10h30, em Maracanaú; e na sexta-feira (22), em Baturité e Capistrano, às 9h30 e 11 horas, respectivamente. O titular da STDS, Evandro Leitão, estará presente nas solenidades.

 

Em Maracanaú, foram capacitados pelo projeto Primeiro Passo 50 novos profissionais, em parceria com a SOBEF, nos cursos de Serigrafia e Corte e Costura. Da mesma forma, em Baturité e Capistrano foram qualificados outros 100 jovens, em Mecânica de Motos e Corte e Costura. “Esses cursos são essenciais à nossa juventude, porque retira-a das ruas, abre novas perspectivas de vida e cria oportunidades de trabalho e renda, na própria comunidade”, destaca Evandro Leitão.


Praças

 

Como parte do projeto Ceará Acessível, a STDS em parceria com o Gabinete da Primeira Dama do Estado, Maria Célia Habib Moura Ferreira Gomes, inaugura também nesta sexta-feira (22), nas cidades de Capistrano e Baturité, duas praças, totalmente urbanizadas, com acessibilidade e equipadas com aparelhos de ginástica e musculação de baixo impactoSaraiva, próprios para idosos e pessoas com deficiência. As duas praças são parte de um conjunto de 20 que o Governo do Estado irá inaugurar, nos próximos dias, em igual número de cidades, promovendo o esporte e o lazer nos municípios do interior.

 

Qualificação Cidadã

 

De 2007 a 2011, o Primeiro Passo já capacitou 38 mil jovens para o mercado de trabalho. Até o final de 2012, a perspectiva é que esse número aumente em 10 mil jovens capacitados em todo Estado, nas três linhas de ação do Projeto: Bolsista, Estagiário e Aprendiz. “O projeto dá ao jovem a chance do primeiro emprego, de uma qualificação e da emancipação social e cidadã”, afirma o titular da STDS, Evandro Leitão.

 

Na linha Bolsista, o jovem recebe bolsa-capacitação garantida pelo Governo do Estado e é treinado durante quatro meses nas unidades do Programa. Na segunda linha de atuação, Aprendiz, o estudante é ocupado durante os três turnos, tendo aulas regulares, cursos profissionalizantes e um período de estágio durante um ano. Já na linha Estagiário, os adolescentes participam de estágio durante o período de um ano em empresas públicas e privadas conveniadas com a STDS.

 

Os jovens interessados em participar do Projeto precisam estar inseridos na escola pública, ter renda familiar per capita de até ¼ do salário mínimo, apresentar documentação devida (RG, CPF, Carteira Profissional, comprovante de endereço e de residência). O jovem é selecionado por equipe de pedagogos e psicólogos, que analisam o perfil do adolescente, encaminhando-o devidamente a uma das empresas parceiras.

 

19.06.2012

Assessoria de Comunicação Social da STDS

Carlos Eugênio (imprensa@stds.ce.gov.br / 85 3101.2089 – 2099)

Twitter: www.twitter.com/stdsonline