Fim de semana de música na Ponte do Ingleses

20 de julho de 2012

Além de apreciar uma das mais belas vistas da cidade e do pôr-do-sol mais disputado de Fortaleza, quem for à Ponte dos Ingleses vai aproveitar também boa música. O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Turismo, promove, de sexta-feira (20) à domingo (22), apresentações de bandas, sempre entre 18h e 20h30.

 

Quem abre a série é a banda O Verbo. Com 11 anos de estrada, o grupo formado por Alex Sampaio, Mauro Oliveira, Ponciano Braide e Wilson Neto é velho conhecido dos frequentadores de casas noturnas e restaurantes cearenses e já abriu espetáculos de grandes nomes da música brasileira, tais como Nando Reis, Skank, Kid Abelha, Lulu Santos, Nenhum de Nós e Engenheiros do Hawaii; e lançou ano passado o trabalho autoral A felicidade pode ser real.

 

Sábado, quem sobe ao palco da entrada da ponte é outra banda de destaque na cena local, a Reite. Com repertório baseado em clássicos dos anos 1970 e 1980 e muitas composições próprias, a Reite abriu no projeto Férias no Ceará, as apresentações de Natiruts, Jota Quest, Biquíni Cavadão, Kid Abelha, Lulu Santos e Roberta Sá.

 

Finalizando a programação do fim de semana, no domingo, os visitantes vão conhecer o Quarteto Vivace. Seus integrantes possuem formação erudita e têm um repertório que passeia entre o clássico e o popular. Da flauta transversa, da viola, do violino e do violoncelo do grupo saem composições dos Beatles, Tom Jobim, Chico Buarque, Villa Lobos, Luiz Gonzaga e trilhas sonoras de filmes.

 

Formado em 2012, o Vivace é o primeiro fruto do projeto de intercâmbio Briançon, Tempo de Brasil, apoiado pela Casa Civil do Governo do Estado, que deu bolsas de estudo para jovens músicos selecionados por audição e entrevista com professores brasileiros e franceses, concluírem seus estudos no Conservatório de Briançon, na cidade homônima, na França.

 

Ponte foi reaberta neste mês

Reaberta no último dia 13, depois de uma reforma, a ponte teve troca de madeiras danificadas no piso e muretas, nova pintura, tratamento anticorrosivo e contra insetos, recuperação e troca de teto nos quiosques, recuperação da murada de pedra e do piso de pedra cariri na entrada e novas instalações sanitárias. Ao todo, foram investidos R$ 371.622,47, oriundos do Tesouro Estadual.

 

 

Histórico

No início do século XX, o Porto de Fortaleza necessitava de melhoramentos e vários estudos foram realizados com este fim. Em dezembro de 1920 foi aprovado o famoso projeto de Lucas Bicalho, Inspetor Federal de Portos, Rios e Canais que visava um plano de melhoramentos que satisfizesse a condição de oferecer uma suficiente extensão de cais, bem preparado, até 8 metros de profundidade.

 

Em 1921, a firma inglesa Norton Griffths & Company Limited foi contratada para a realizações destas obras portuárias. As construções ficaram a cargo o engenheiro J. H. Kirwood, assessorado por George Ivan Copo, Robert Bleaby e Sebastião Flageli. Como os engenheiros eram ingleses, a obra passou a ser conhecida com ‘Ponte dos Ingleses’.

 

A construção da Ponte dos Ingleses ocorreu em março de 1923 com uma solenidade na qual estiveram presentes, entre outros, Justiniano de Serpa (na época Presidente do Estado).

 

20.07.2012

 

Assessoria de Comunicação da Secretaria do Turismo

Carmen Inês Walraven/Mara Cybelly de Oliveira/Tunay Peixoto

(85) 3101.4654/8732.2041