Arena Castelão será um dos locais de treino para Olimpíada 2016

1 de agosto de 2012

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, anunciou os Locais de Treinamento destinados aos representantes dos países que forem participar da competição daqui a quatro anos. Entre eles, está o Castelão. A divulgação foi feita pelo diretor-geral do evento, Leonardo Gryner, na última segunda-feira, dia 30, durante café da manhã na Casa Brasil, localizada na Somerset House. “Essa é mais uma grande conquista para o povo cearense que evidencia o compromisso do Governo do Estado do Ceará com o desenvolvimento esportivo, educacional, cultural, turístico e sobre tudo econômico do nosso estado”, destaca o secretário Especial da Copa 2014, Ferruccio Feitosa.

 

O processo de cadastramento, que resultou na seleção das instalações destinadas às delegações olímpicas, durou 12 meses e levou em consideração critérios como instalação, distância de aeroportos e recomendações das Federações Esportivas Internacionais. O guia online ainda pode ser acessado pelo site oficial dos Jogos (www.rio2016.com) e contém mais de 170 instalações esportivas nas cinco regiões do Brasil.

 

A Arena

 

Popularmente conhecido como Castelão, o estádio Plácido Aderaldo Castelo, encontra-se atualmente em reforma e modernização para receber jogos da Copa das Confederações da FIFA 2013 e da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014TM.  Com mais de 80% de conclusão, o Castelão ficará pronto em dezembro deste ano, quando será o maior do Norte/Nordeste e figurará entre os quatro maiores do País.  Ao todo, o estádio possui seis jogos já confirmados em 2014 (sendo três jogos com seleções cabeças de chave, destacando-se a Seleção Brasileira) e três na Copa das Confederações da FIFA 2013 (sendo dois com seleções cabeça-de-chave, dentre elas o Brasil, e uma semifinal).

 

A obra envolve investimentos da ordem de R$ 518,6 milhões que incluem todas as transformações do estádio e entorno com a construção da praça de acesso de 57 mil metros quadrados; estacionamento coberto para 1.900 veículos; edifício Fares Cândido Lopes, sede de dois órgãos estaduais; e a operação do estádio por oito anos. Hoje, a obra do Castelão gera mais de 1.400 empregos diretos e pode chegar a um pico de 1.500.
(Fonte: Com informações do Portal Rio 2016)

 

01.08.2012

Assessoria de Comunicação da Secopa

Lisiane Linhares e Ana Martins (imprensa@secopa.ce.gov.br / 85 3264.5359 – 8778.0024 – 8688.2163)