Governo inicia maior reestruturação da história da Polícia Militar

20 de agosto de 2012

O governador Cid Gomes enviou para a Assembleia Legislativa do Ceará, nesta segunda-feira (20), projeto de lei que trata da maior reestruturação da história da Polícia Militar do Ceará (PMCE). “A nova Lei de Organização Básica da Polícia Militar do Ceará (LOB/PMCE) inaugura um novo tempo e prepara a instituição para, no mínimo, os próximos 30 anos. Trata-se da maior reforma administrativa já vivida pela instituição”, resume o comandante da PM, Cel. Werisleik Pontes Matias. “Todos os que fazemos a Polícia Militar temos essa dívida de gratidão com o governador Cid Gomes e com o secretário da Segurança Pública, Francisco Bezerra, que foi o maior defensor da LOB/PMCE”, completa o comandante.

 

De acordo com o secretário Bezerra, a criação de novos comandos, novos batalhões e novas Companhias, a LOB/PMCE  proporcionará, dentre outros avanços, a redução de áreas geográficas de comando. “Com uma área menos extensa, cada comandante terá como cuidar das suas missões de forma mais incisiva, mais detalhada”, explica. Um desses exemplos é o CPC (Comando de Policiamento da Capital), que  passará a cuidar do Policiamento Ostensivo Geral de Fortaleza, sem a Região Metropolitana. A nova Lei cria o Comando de Policiamento Metropolitano (CPM) e Comando de Policiamento Especializado (CPE). Com isso, só a Capital e a Região Metropolitana passam de dois Batalhões e 11 Companhias para cinco Batalhões e 20 Companhias. “O ganho é inestimável. Teremos áreas geográficas menores para patrulhar, com distribuição de efetivos mais específica e oficiais mais bem distribuídos”, compara o comandante da PM. “Esta providência insere, definitivamente e com louvor, os nomes do governador Cid Gomes e do secretário Francisco Bezerra na história da Polícia Militar do Ceará”, avalia o Cel. Werisleik.

 

O CPM contará com quatro novos Batalhões: 12°, em Caucaia; 14°, em Maracanaú; 15°, em Eusébio; e o Batalhão de Guardas (que atuará no patrulhamento dos presídios situados na área da Região Metropolitana de Fortaleza. “Repare que, na Região Metropolitana, passamos de apenas duas Companhias para quatro Batalhões e 14 Companhias. Não dá para comparar. É um avanço incomensurável”, reitera o comandante da PM.

 

Interior

 

O Comando de Policiamento do Interior – que antes da nova LOB/PMCE cuidava de tudo que não fosse Fortaleza e área Metropolitana, será dividido em dois: CPI Sul e o CPI Norte. O CPI Norte terá quatro Batalhões: 3°, em Sobral; 4°, em Canindé; 7°, em Crateús; e, 11°, em Itapipoca. Já o CPI Sul terá cinco Batalhões, sendo o 1° em Russas; 2°, em Juazeiro Norte; 9°, em Quixadá; 10°, em Iguatu; 13°, em Tauá.

 

Além disso, com os CPIs Norte e Sul, o Interior do Estado ganha 18 novas Companhias. “Isso significa que, municípios importantes e que antes eram contemplados com apenas um simples destacamento de Polícia, passarão, no futuro, a contar com uma Companhia, com mais efetivo e oficiais no comando. Com essas medidas, o governador Cid Gomes dá à Polícia Militar do Ceará condições e estrutura administrativas modernas para, no mínimo, três décadas vindouras”, destaca o secretário de segurança, Francisco Bezerra. Receberão novos Companhias da PM no CPI Sul: Aracati, Limoeiro do Norte, Morada Nova, Icó, Várzea Alegre, Mombaça, Senador Pompeu e Parambu.

 

Já no CPI Norte, recebem novas Companhias da PM os municípios de Redenção, Guaramiranga, Pentecoste, Boa Viagem, Santa Quitéria, Nova Russas, Massapê, Paracuru e Acaraú. “Só no interior, ganhamos quatro novos Batalhões e 18 Companhias. Nunca se viu isso no Estado do Ceará. Em tempo algum”, ressalta o Cel. Werisleik.

 

Policiamento no Interior

 

O Comando de Policiamento Especializado (CPE), também criado no âmbito da nova LOB/PMCE, terá sob sua batuta todas as forças especiais da PM: Batalhão de Choque (com cinco Companhias); Batalhão Raio (BPRaio); Batalhão de Policiamento Ambiental (antiga Companhia de Policiamento Ambiental); Cavalaria (que passa de um Regimento para quatro Esquadrões); Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur) – que passa a contar com quatro Companhias: Fortaleza, Gijoca de Jericoacoara, Trairi e Fortim; Batalhão de Policiamento Patrimonial (que cuida da segurança de prédios públicos); e Batalhão de Eventos (antiga Companhia de Eventos).

 

20.08.2012

Assessoria de Imprensa da SSPDS

Henrique Silvestre (ascom@sspds.ce.gov.br / 85 3101.6517 – 3101.6518)