Dia do psicólogo será comemorado no Hospital César Cals

22 de agosto de 2012

No dia 27 de agosto, é comemorado o dia do psicólogo, mas as comemorações no Hospital Geral Dr. César Cals, da rede estadual de saúde, começam logo nos dias 22 e 23, a partir das 7 horas, com grupos de sala de espera, definidos pela equipe como encontros entre os profissionais de psicologia e usuários. A ação pretende abordar temas como estresse, depressão e ansiedade, entre outros, por meio de atendimentos individuais. Os encontros acontecerão no Ambulatório do HGCC, na Avenida do Imperador, 372 – Centro.

 

As atividades continuam no dia 27, às 8h30min, com a realização de uma mesa redonda que irá tratar do tema Implantação do Serviço de Psicologia em Hospitais públicos: possibilidades de atuação e desafios. De 7h30min às 8 horas, haverá o credenciamento. O encontro é para profissionais das mais diversas áreas de saúde tanto do HGCC como de outras unidades, estudantes e coordenadores de cursos de psicologias. O encontro irá reunir psicólogos que atuam nos diversos hospitais públicos nos quais o Serviço de Psicologia foi implantado, como Hospital Universitário Walter Cantídio, Hospital Infantil Albert Sabin, Hospital Geral de Fortaleza, Instituto Dr. José Frota e o Hospital Geral Dr. César Cals.

 

A inciativa é uma oportunidade de apresentar exemplos de implantação de Serviços de Psicologia em alguns hospitais públicos do Estado, abordando a inserção do psicólogo na equipe de saúde. Ainda às 11 horas, será realizada uma exposição sobre o Serviço de Psicologia do HGCC, no Auditório do Centro de Estudos.

 

O Serviço de Psicologia do HGCC passou por uma reestruturação. Atualmente são sete psicólogos que atuam nas áreas de cirurgia bariátrica, saúde da mulher, Rede Cegonha e Oncologia, além da Obstetrícia. De acordo com Lucifátima Maciel de Carvalho, coordenadora do serviço, a doença e a hospitalização provocam uma alteração na vida dos pacientes e familiares o que gera sentimentos de dores e desconfortos por conta do tratamento, passando a sentir ansiedade, angustia e depressão, o medo do desconhecido. “ A psicologia vai intervir e ajudar nos processos subjetivos e psicossociais do paciente e da família em relação à dor, que não aparece em nenhum exame, mas que é refletida pela situação”, destaca Lucifátima.

 

A ação psicológica no atendimento hospitalar desempenha um serviço em que há uma recuperação mais rápida do paciente, adesão ao tratamento, podendo até mesmo diminuir o tempo de permanência no Hospital.

 

22.08.2012

Assessoria de Comunicação do HGCC

Wescley Jorge ( ascom@hgcc.ce.gov.br / 85 3101.5323 – 8828.7463)
Twitter: @Hosp_CesarCals
Facebook.com/HospitalGeralCesarCals