Técnicas de reciclagem e pintura serão ministradas no Parque do Cocó

28 de agosto de 2012

Uma oficina diferente acontecerá no Parque do Cocó, nas manhã dos dias 28, 29 e 30 deste mês. Trata-se de mais uma etapa do Projeto Inclusão de Pessoas Especiais em Ambientes Naturais desenvolvido pelo Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente (Conpam) – naquela Unidade de Conservação. Doze pessoas com dificuldades intelectuais e múltiplas, alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae)- Nova Casa, sob a orientação de duas professoras, serão os multiplicadores de técnicas de reciclagem, com papel e garrafas pet, trabalhos em biscuit e pinturas. Eles darão aulas para uma turma de 30 alunos de escola pública fundamental do Estado e farão uma exposição no anfiteatro do resultado conseguido.

 

A gestora do Parque do Cocó, Henriette Silva, destaca a oportunidade de oferecer um ambiente favorável à inclusão, com esse projeto, que começou com eles fazendo caminhadas nas trilhas. A diretora da nova Casa, Margarida Picanço explica que esses 12 alunos já são adultos em processo de envelhecimento e que estarão atuando num intercâmbio de conhecimento, mostrando na prática o lema da Semana do Excepcional que é “Em busca de igualdade, estamos aqui”.

 

A professora da Apae, Delmiza Fonteles destaca que a atividade serve de reflexão e conscientização, mostrando o potencial que as pessoas com deficiência intelectual têm. Que eles são capazes e que se deve respeitar as diferenças. A nova Casa funciona no Jardim das Oliveiras e atende 38 pessoas com idade acima de 33 anos, que não conseguiram se inserir no mercado de trabalho.

 

28.08.2012

Assessoria de Comunicação do Conpam

Elizabeth Rebouças (elizabeth.reboucas@conpam.ce.gov.br / 85 31011235)