Ceará terá abastecimento de água universalizado até fim de 2014

4 de setembro de 2012

Madalena entra para a história como o município do Semiárido Nordestino que recebeu a cisterna de placa número 500 mil. E a entrega aconteceu nesta terça-feira (4) na comunidade do Serrote Feio, distante 21 quilômetros da sede do município. Durante a solenidade, o governador Cid Gomes anunciou que a água será universalizada no Ceará até o final de 2014. “Nosso governo tem compromisso com o povo do Estado e com o nosso desenvolvimento. A universalização do acesso a água significa garantir um direito básico, mas que não teve, no passado bem recente, a determinação do Estado para garantir este direito”, afirmou o Governador. Cid também assegurou que até o final deste ano, o Ceará terá a energia elétrica universalizada através do Programa Luz Para Todos, também parceria com o Governo Federal.

 

madalena2A cisterna 500 mil foi construída em parceria entre a Articulação do Semiárido Brasileiro (ASA Brasil), o Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), e o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). Segundo a coordenadora executiva da ASA Brasil, Cristina Nascimento, “foi um orgulho para o Estado do Ceará sediar o evento de entrega da cisterna 500 mil, significa que o trabalho realizado aqui pelo Governo e as diversas entidades estão sendo importantes para o sucesso do programa”.

 

A família beneficiada com o equipamento foi a da dona Maria de Nazaré da Silva Lima. “Eu agora vou ter água de qualidade e não vou mais precisar ir ao açude quando eu precisar, vamos ter muito mais saúde e qualidade de vida”, comemorou Nazaré, depois que o Governador Cid Gomes, a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello e o secretário do Desenvolvimento Agrário Nelson Martins afixaram a placa 500 mil na cisterna que fica no quintal da casa da agricultora.

 

madalena3Para a ministra do MDS, Tereza Campello, a cisterna 500 mil no Ceará representa também o reconhecimento, pelo Governo Federal, de direitos básicos dos cidadãos. “Água de qualidade representa também o acesso a um direito básico e mais saúde e qualidade de vida para o semiárido brasileiro”. A ministra destacou também que a meta do MDS é entregar 1 milhão de cisternas no Semiárido Nordestino, dentro do Programa Brasil Sem Miséria.

 

O secretário Nelson Martins agradeceu ao Governo Federal pelo atendimento às demandas do Estado do Ceará. “Nós já garantimos junto ao MDS recursos suficientes para continuar o projeto de construção de cisternas de placa no Ceará”, afirmou o Secretário. O vice-governador Domingos Filho também compareceu ao evento, e destacou as parcerias entre o Governo do Ceará e o Governo Federal para levar o desenvolvimento para o semiárido cearense. “Além das cisternas de placa são outros importantes projetos que trazem desenvolvimento para o nosso interior. Estamos realizando o sonho da convivência com a seca e levando dignidade para o nosso homem do campo”, afirmou.

 

A solenidade contou com a participação de beneficiários de beneficiários com cisternas de placa na Região do Sertão Central Cearense. O prefeito de Madalena, Wilson de Pinho, a escolha da cidade para receber a cisterna 500 mil representa o compromisso dos governos Federal e do Ceará com o desenvolvimento da região, destacando as ações para universalizar o acesso à água.

 

madalena4Novos convênios

Durante a solenidade foram assinados mais quatro convênio com entidades não governamentais para a construção de cisternas de placa e quintais produtivos, com cisternas de enxurrada ou barragens subterrâneas. As entidades que executarão as obras de 4802 cisternas de placa são a Cooperativa de Prestação de Serviço e Assistência Técnica (Copasat),  nos municípios de Campos Sales, Arneiroz, Aiuaba e Parambu, e o Instituto Regional do Desenvolvimento Sustentável do Semiárido (IRDSS), que fará as obras em Icó, Alto Santo, Jaguaribara, Iracema, Jaguaribe e Ererê.

 

Serão construídos também 1714 quintais produtivos, sendo 1261 cisternas de enxurrada e 453 barragens subterrâneas, com o investimento de aproximadamente R$ 20,4 milhões, com recursos do MDS e do Governo Estadual. As entidades que farão a construção são o Instituto Antônio Conselheiro, a Associação Comunitária Francisco Apoliano e o  IRDSS, nos municípios de Boa Viagem, Banabuiú, Choró, Ibaretama, Quixadá, Senador Pompeu, Coreaú, Forquilha, Frecheirinha, Meruoca, Sobral, Irauçuba, Ararendá, Catunda, Independência, Ipaporanga, Nova Russas, Novo Oriente, Poranga e Pedra Branca.

 

O Estado do Ceará, através da SDA, tem convênios firmados com o MDS para universalizar o abastecimento d’água até o final de 2014, com a construção de cisternas de placa e de quintais produtivos. Ainda este ano, deve ser iniciada a construção de mais 5700 quintais produtivos, sendo 4200 cisternas de enxurrada e mais 1500 barragens subterrâneas. O investimento será de R$ 66 milhões.

 

madalena5madalena6

 

04.09.2012

 

Assessoria de Comunicação da SDA

Lúcio Filho – (85) 3101.8105 | 8897.8510

lucio.filho@sda.ce.gov.br | asscom@sda.ce.gov.br

Twitter: @ImprensaSDA

Cícero Lacerda – estagiário de Jornalismo

Cícero.lacerda@sda.ce.gov.br