Ceará acumula mais de 23 mil postos de trabalho em 2012

20 de setembro de 2012

Nos oito primeiros meses do ano, o Ceará registrou um acréscimo de 23.848 postos de trabalho (+2,30%), representando o terceiro melhor resultado na Região Nordeste, atrás somente dos estados de Pernambuco (24.258) e Bahia (38.969).

 

Somente em agosto, foram gerados 5.097 empregos celetistas, equivalente à elevação de 0,48% em relação ao estoque de assalariados com carteira assinada do mês anterior. O desempenho foi proveniente da expansão do emprego principalmente nos setores da indústria de transformação (1.338 postos), da agropecuária (1.321 postos) e da construção civil (1.088 postos).

 

As informações são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), divulgadas nesta quinta (20/9), pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

 

Ainda segundo os dados, na série com ajustes, que incorpora as informações declaradas fora do prazo, nos últimos doze meses, verificou-se um crescimento de 3,99% no nível de emprego ou 40.812 postos de trabalho.

 

Para o presidente do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT) De Assis Diniz o destaque desse mês é o desempenho do setor industrial que “pelo segundo mês consecutivo abriu novos postos de trabalho, podendo sinalizar uma recuperação de parcela da indústria cearense na geração de emprego, este que foi um dos setores que foram mais atingidos em todo o país, desde meados de 2011″.

 

20.09.2012

 

Assessoria de Comunicação do IDT

Ana Clara Braga (anaclara@idt.org.br / 3101.5500)