Governador Cid Gomes entrega 1.212 novas moradias para população de áreas de risco

26 de setembro de 2012

Garantir que as pessoas mais humildes tenham uma moradia digna e a população de Fortaleza tenha de volta os seus recursos naturais. É com esse objetivo que  o governador Cid Gomes, através da Secretaria das Cidades, está fazendo o maior projeto de urbanização do Brasil, o Projeto Rio Maranguapinho. A ação é uma parceria do Governo do Estado com o Governo Federal e prevê a revitalização, urbanização e saneamento do Rio Maranguapinho e seu entorno, e a retirada das famílias que vivem em áreas de risco.

 

residencial_dentro7Nesta quarta-feira (26) mais uma etapa do Projeto foi entregue à população. O governador Cid Gomes inaugurou o Residencial Miguel Arraes, no Jardim Jatobá, composto por 1.212 unidades habitacionais, distribuídas em 57 torres, com 12 apartamentos cada. Só na construção dessas moradias, o Governo do Estado investiu R$ 48,4 milhões.

 

Na ocasião, o Governador assinou mais três ordens de serviço para início das obras de mais 1.974 apartamentos, como parte do Projeto do Rio Maranguapinho. Em Caucaia, serão construídos o Residencial Itamar Franco, com 822 apartamentos; e o Residencial Zilda Arns, com 282 apartamentos. Em Fortaleza será construído o Residencial José de Alencar, que contará com 870 unidades habitacionais. Nessas três obras são mais R$ 60 milhões investidos em moradias. “Com essa ação, e a reurbanização do Rio Cocó,  serão mais de 10 mil famílias com uma moradia digna. E sempre com a preocupação de realocá-las próximo a sua antiga vizinhança”, destacou Cid Gomes.

 

residencial_dentro5  residencial_dentro6

 

Durante a inauguração, o Governador se comprometeu a construir ainda duas creches, uma Escola Estadual de Ensino Fundamental e solicitar à Coelce a iluminação de ruas próximas as moradias. A aposentada Maria Lúcia de Oliveira, nova moradora do Miguel Arraes, agradeceu a iniciativa do Governador em realocar as famílias para moradias adequadas. “Agradeço às pessoas que trabalharam para construir esse local e todos que se preocuparam com a gente. Nós morávamos em áreas de risco ou em casas alugadas. Agora temos um ambiente de respeito, qualidade, vamos preservar porque isso é nosso. Obrigada Cid”, agradeceu a aposentada.

 

residencial_dentro4Assim como o apartamento de Maria Lúcia, todos os Residenciais construídos pelo Governo do Estado são compostos por apartamentos com dois quartos, sala, cozinha e banheiro. Nos empreendimentos também são instalados playgrounds e áreas de lazer e contam com instalações de rede de água e esgotamento sanitário, energia e iluminação pública.

 

Segundo o secretário das Cidades, Camilo Santana, ao todo 2.556 famílias que viviam em áreas de risco do Maranguapinho já foram realocadas e beneficiadas com novas moradias. “Em toda Fortaleza temos cerca de 102 áreas de risco, metade dessas áreas são no entorno do Maranguapinho. Só com a entrega do Miguel Arraes estamos eliminando 15 áreas de risco”, informou o Secretário.

 

O Governo do Estado prevê ainda que famílias que vivam em condições precárias possam ter uma moradia digna, com energia e redes de água e esgotamento sanitário, e sem precisar pagar para morar. Em parceria com o Governo Federal, através do programa Minha Casa, Minha Vida, devem ser construindo 22 mil apartamentos que beneficiarão famílias com esse padrão. Unificando todos os Projetos de moradia, o Governo do Estado pretende garantir uma nova casa a 74.831 famílias, tanto na Capital como Interior, até o fim de 2014.

 

Saneamento

 

residencial_dentro3Outra importante obra para as famílias cearenses foi inaugurada durante a entrega do Residencial. Duas ampliações do sistema de esgotamento sanitário da margem direita da Sub-Bacia do Rio Siqueira – conhecido também como Rio Maranguapinho – (SD7 e SD8), foram entregues pelo Governador Cid Gomes.“Os indicadores de saúde apontam que a saúde da população depende do esgotamento sanitário de onde vivem. Com essas duas sub-bacias que estamos inaugurando hoje, 95 mil pessoas serão beneficiadas o que corresponde a cerca de 20 mil moradias com sistema de esgoto. Isso vai reduzir a incidência de muitas doenças”, falou  Cid Gomes sobre a importância da obra.  

 

As duas ampliações vão beneficiar precisamente 92.521 pessoas de 21.468 moradias, de 14 bairros de Fortaleza: Amadeu Furtado, Antonio Bezerra, Autran Nunes, Bela Vista, Bom Sucesso, Couto Fernandes, Demócrito Rocha, Dom Lustosa, Henrique Jorge, João XXIII, Jockey Clube, Pan Americano, Parangaba e Pici. O investimento total nessa obra foi de R$ 33,8 milhões.

 

Segundo o presidente da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), Gotardo Gurgel, com a obra a Capital passará a ter 55,3% de cobertura de esgoto. Até o final de 2013 esse índice deve chegar a 63%. “Somos a segunda Capital do Norte e Nordeste com a maior cobertura”, destacou o Presidente.

 

A solenidade no Jardim Jatobá contou com as presenças dos secretários estaduais Gony Arruda (Esporte) e Mário Fracalossi (adjunto das Cidades); do superintendente regional da Caixa em Fortaleza, Odilon Pires; e dos deputados Sérgio Aguiar, Danilo Forte, Lula Morais e Augustinho Moreira.

 

residencial_dentro2  residencial_dentro1

 

26.09.2012

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado do Ceará

Casa Civil (comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898)