Dia do coração: Sesa destaca proteção do coração das crianças

28 de setembro de 2012

29 de setembro é o Dia Mundial do Coração. Para prevenir as doenças do coração, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) promove uma ação com orientações e prestação de serviços, em parceria com a Sociedade Brasileira de Cardiologia e da Federação Mundial do Coração. Durante toda a manhã desta sexta-feira (28) – das 08 horas às 12 horas – acontece uma programação especial em celebração a data. Na sede da Secretaria (Avenida Almirante Barroso, 600 – Praia de Iracema), a  população será recebida com serviços e orientações para os diferentes públicos e faixas etárias. Mas para destacar os cuidados com o coração desde cedo, já na infância, a programação deste ano está focada na saúde das crianças. Daí, a personagem principal da campanha ser uma criança e o tema “Aja agora para salvar as vidas daqueles que você ama”.

 

No local haverá medição de pressão arterial, do índice de massa corporal, da circunferência abdominal. As pessoas terão ainda a oportunidade de verificar  a quantidade de monóxido de carbono nos pulmões. O monóxido de carbono é uma das substâncias encontradas no cigarro.

 

Coração das crianças

 

Ao contrário do que muitos pensam as crianças são vulneráveis às doenças cardiovasculares. Em 2010, as doenças isquêmicas do coração causaram 64 mortes de crianças com menos de 14 anos no Ceará.  Desse total, 38 tinham menos de 1 ano de vida. “O risco pode começar mesmo antes de nascer, durante o desenvolvimento fetal, e aumentar durante a infância com exposições a dietas não saudáveis, falta de exercícios e tabagismo”, informa a cardiologista da Sesa, Ana Lúcia de Sá Leitão. Ela comenta que entre os fatores de risco na infância estão as dietas com baixíssimas calorias e ricas em gorduras ruins e açúcar e as atividades concentradas em jogos de computadores que desencorajam a prática de atividades físicas.    

 

Os adultos não podem relaxar nos cuidados com a saúde do coração. Segundo dados do Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) 2011, o percentual de adultos, com 18 anos ou mais, que apresentam excesso de peso (Índice de Massa Corporal igual ou acima de 25Kg/ m2), em Fortaleza, foi de 58,3% nos homens e 49,6% nas mulheres. A prevalência do excesso de peso nas mulheres foi o segundo maior do país, atrás apenas de Porto Alegre (RS). Apenas 37,1% dos homens e 19,9% das mulheres adultas fazem atividade física suficiente no tempo livre. O Vigitel considera atividade física suficiente a prática de pelo menos 150 minutos semanais de atividade física de intensidade leve ou moderada ou de pelo menos 75 minutos semanais de atividade física de intensidade vigorosa.      

 

28.09.2012

Assessoria de Comunicação da Sesa

Selma Oliveira / Marcus Sá ( selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220 / 3101.5221 / 8733.8213)

Twitter: @SaudeCeara