Movimentação de mercadorias no Porto do Pecém cresce 19%

11 de outubro de 2012

Com 2,84 milhões de toneladas (t) de mercadorias transportadas de janeiro a setembro do corrente ano, o Porto do Pecém registrou aumento de 19% na movimentação em comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram movimentadas 2,38 milhões. Nas exportações os destaques ficaram com o minério de ferro, com 172 mil t movimentadas e com as frutas, que contribuíram com 105 mil t. Já nas importações os combustíveis minerais registraram participação com 676 mil t, seguindo-se os cimentos não pulverizados (clinkers) com 461 mil e os produtos siderúrgicos com 413 mil t.

 

No ranking das exportações divulgado pela Secex – Secretaria de Comercio Exterior do Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio, o porto cearense lidera a movimentação de frutas com participação de 23%, seguido pelos portos do Rio Grande do Norte (20), Santos (15), Salvador e Mucuripe com 11% cada. Nas exportações de calçados o destaque ficou para os portos de Santos com 26%,  Pecém (25%), Rio Grande (24%), Suape (10%) e Mucuripe, com 8% de calçados movimentados.

 

Nas importações, o Porto do Pecém lidera a movimentação de cimentos não pulverizados (clinkers), com 37%, seguido pelos portos de Santarém com 21% e Cabedelo com 13%. Nos produtos siderúrgicos a liderança é do Porto de São Francisco do Sul, com 25%. O Pecém está na segunda posição com 18% e em terceiro aparece o de Santos com 15% de participação entre todos os portos brasileiros.

 

O terminal cearense movimentou 105 mil toneladas de frutas até setembro do ano em curso, com origens do Ceará contribuindo com participação de 53%, secundado pelo Rio Grande do Norte com 25%, Pernambuco com 11% e Bahia com 9%. Os países destinos das frutas são a Holanda que permanece como principal importador, com percentual de 38%, seguindo-se a Grã Bretanha com 23% e os Estados Unidos com 22%.

 

As frutas mais exportadas são melões (52 mil t), melancias (10 mil t), manga (18 mil t) e castanha de caju (13 mil t), uvas (5,7 mil t), amêndoas (3,1 mil t) e banana (1,7 mil t).

 

11.10.2012

Assessoria de Comunicação da Cearáportos

Joseoly Moreira (joseoly@gmail.com / 85 9983.2525)