Castelão recebe as primeiras cadeiras com tecnologia anti-impacto e anti-incêndio

1 de novembro de 2012

Com menos de 8% para conclusão das obras, a Arena Castelão, segue líder na execução dos serviços. Conforme o relatório divulgado pelo consórcio formado pelas empresas Galvão Engenharia e Andrade Mendonça, o palco para jogos da Copa das Confederações 2013 e Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 TM fechou o mês de outubro com 92,83% de obras concluídas e deve ser entregue no dia 15 de dezembro.  “Estamos trabalhando para que o Ceará contribua fortemente para o sucesso da Copa no nosso país. Sou muito grato aos colaboradores que trabalham nessa obra”, ressalta o Secretário Especial da Copa 2014, Ferruccio Feitosa.

Enquanto isso, as arquibancadas já recebem as primeiras cadeiras. Com tecnologia diferenciada os assentos têm uma cor que se aproxima da branca com um leve tom esverdeado com proteção V0 (V zero) e UV (tecnologias que evitam a propagação de chamas, se incendiada, e mais resistente contra impactos), e vem de uma empresa com sede em São Paulo chamada Nöra.

cadeira_dentro2O campo de jogo também já recebeu a drenagem e as camadas de brita e agora aguarda o plantio da grama, seguindo as recomendações da FIFA para cidades de clima tropical como Fortaleza. Com a chegada de novembro, o projeto arquitetônico da Arena ganha ainda mais detalhes. A montagem da carenagem (estrutura metálica que envolve o estádio) será concluída e receberá a pele de vidro integrante do projeto arquitetônico. A coberta estará em fase de finalização da colocação das telhas. A expectativa é de que para dezembro reste apenas os acabamentos.

Investimento

Com capacidade total para mais de 60 mil pessoas, a Arena Castelão será entregue em 15 de dezembro deste ano. Ao todo, o projeto envolve recursos da ordem de R$ 518,6 milhões que incluem todas as transformações do estádio e entorno com a construção da praça de acesso de 57 mil metros quadrados; estacionamento coberto para 1.900 veículos; edifício Fares Cândido Lopes, sede de dois órgãos estaduais; e a operação do estádio por oito anos, que irá cobrir todas as despesas com água, telefonia, esgoto e pessoal de manutenção e conservação. A obra do Castelão já chegou a gerar mais de 2 mil empregos diretos e conta atualmente com cerca de 1.400 colaboradores.

01.11.2012

Coordenadoria de Comunicação da Secopa
Sabrina Lima e Ana Martins
imprensa@secopa.ce.gov.br
+55 85 3264.5359 / 8778.0024 / 8688.2163