Empresas recebem orientações sobre exportações

7 de novembro de 2012

Nesta quinta-feira (8), acontece no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), um café da manhã e palestra para promover o encontro de todos os industriais cearenses interessados em exportar. Com o tema: “Perspectivas do Desenvolvimento Mundial e Implicações para o Comércio Exterior” o Professor Doutor em Economia pela Universidade de Illinois, Paulo Cesar Batista, mostrará que a realidade da exportação pode estar mais perto do que os empresários imaginam.

 

O evento estará aberto a todos os industriais de Fortaleza e região metropolitana que tenham interesse em conhecer o Projeto de Extensão Industrial Exportadora- PEIEX. Na ocasião, os interessados em participar do projeto poderão se inscrever em uma das 120 vagas gratuitas ainda disponíveis. Os industriais assistirão ao encontro das empresas que participam do PEIEX com a Coordenação Nacional do Projeto da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos – APEX-BRASIL, vinculada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

 

O PEIEX é um projeto gratuito, de âmbito nacional e premiado internacionalmente. No Ceará, é coordenado pela Fundação Núcleo de Tecnologia Industrial – NUTEC, sendo o maior núcleo operacional entre os 30 em operação no país. Disponibilizado para empresas que se qualifiquem como indústrias situadas na região metropolitana de Fortaleza, o PEIEX foi criado para solucionar problemas técnico-gerenciais, através de uma equipe de profissionais mestres e especialistas, com experiência de mercado, que atuam nas áreas de marketing, vendas, finanças, produção, comércio exterior, recursos humanos, entre outras.

 

Sem gerar custos para empresa, o objetivo do PEIEX é aumentar a competitividade da indústria brasileira, por meio de um diagnóstico feito de forma concisa para que, a partir dele, sejam feitas propostas simples e diretas para melhoria do negócio nas áreas mais necessitadas. Como exemplo de serviços o projeto realiza: treinamentos e capacitações para funcionários e proprietários; incentivo a exportação; elaboração de planejamentos; apoio na área de marketing; melhorias em processos produtivos e controle financeiro gratuitamente.

 

Objetivando melhorar a competitividade e preparar o empresário para atuar no comércio exterior, a IV Etapa do PEIEX disponibilizou 308 vagas. Dessas, 188 estão preenchidas até o momento. Devido ao sucesso do projeto, as instituições financiadoras aumentaram substancialmente os investimentos, garantindo um total de R$ 900 mil reais para a capacitação das indústrias cearenses. A Agência Brasileira de Exportações e Investimentos – Apex-Brasil e Governo do Estado aportaram juntos, e em partes iguais, R$ 800 mil reais.

 

Caso de sucesso

 

Há três meses, Luciana Ferreira teve orgulho de incorporar em seu CNPJ a atividade de exportação e importação de sua linha de produtos. Desde 2008, ela é gestora de uma indústria fabricante de tubo de PVC com plástico sustentável em Maracanaú, CE: a Fort Canos do Brasil. A proprietária já participava de feiras Nacionais e Internacionais quando teve a oportunidade no ano passado de conhecer o Projeto de Extensão Industrial Exportadora – PEIEX, coordenado, no Estado, pela Fundação Núcleo de Tecnologia Industrial do Ceará (Nutec), uma instituição vinculada à Secretaria da Ciência Tecnologia e Educação Superior (Secitece).

 

Inscrevendo-se gratuitamente no PEIEX, a Fort Canos do Brasil participou de 16 Capacitações ofertadas nas áreas de Administração Estratégica, Finanças e Custos, Marketing e Vendas, Capital Humano, Produção e Manufatura além de Comercio Exterior. Assim, percebeu a necessidade de desenvolver um Plano de Marketing e Vendas que culminou na mudança de foco em suas estratégias, revisão de controles financeiros e formação do preço com o apoio de extensionistas da área, dando início ao processo de exportação. Na avaliação dos gestores, a empresa obteve já em 2012 um incremento de 41% em seu faturamento em relação ao ano de 2011: “Desde que nós participamos da 1ª capacitação do PEIEX em 30 de junho de 2011 nossa vida comercial tomou outro rumo porque aplicamos adequadamente todos os conhecimentos dados pelos extensionistas, e hoje a Fort Canos do Brasil tornou-se uma empresa focada no mercado”, ressalta Luciana Ferreira.

 

07.11.2012

Assessoria de Imprensa Nutec

Arinne Oliveira (85 9645.5566)