Agricultura: Assistência técnica recebe mais R$ 13,11 milhões do MDA

9 de novembro de 2012

O Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) liberou R$ 13,11 milhões para a universalização da assistência técnica no Ceará. Os recursos serão aplicados para a compra de equipamentos e para a contratação de profissionais para os escritórios da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce). O anúncio foi feito pelo secretário do Desenvolvimento Agrário, Nelson Martins. O investimento é referente às segunda (R$ 8,64 milhões) e terceira (R$ 4,47 milhões) parcelas do Pacto Federativo, que foram liberadas. O referido pacto é um convênio entre o MDA e o Governo do Estado, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) e da Ematerce.

 

Com esses recursos, serão adquiridos 113 veículos (modelo Sandero) e serão convocados mais 340 técnicos, sendo 272 de nível médio e 68 de nível superior, para prestar assistência técnica nos escritórios da Ematerce. Segundo o secretário Nelson Martins, serão convocados os candidatos aprovados na última seleção para agentes rurais, realizada pela SDA em agosto e já começam a trabalhar em dezembro.

 

“Nós tínhamos em 2010, 96 escritórios da Ematerce, em 2011 e 2012 foram inaugurados mais 50 novos escritórios. Com este recurso, nós vamos instalar escritórios da Ematerce em todos os municípios do Ceará até março de 2013, um avanço importantíssimo para a assistência técnica no Ceará”, afirmou o secretário.

 

As Prefeituras Municipais também são parte fundamental no convênio, pois elas garantem o prédio onde vai funcionar o escritório, três funcionários para os serviços de administração, vigilância e limpeza além de arcar com os custos de água, energia, telefonia e internet.

 

Para o delegado federal do MDA no Ceará, Francisco Sombra, os recursos chegam em um momento em que MDA e SDA querem universalizar a assistência técnica com a qualificação dos agricultores. “Para o início de 2013, o MDA pretende capacitar 170 mil famílias no Brasil para desenvolver a produção agroecológica e orgânica”, afirmou.

 

Já o presidente da Ematerce, José Maria Pimenta, destaca que os escritórios da empresa no interior do Ceará levam as políticas governamentais aos agricultores familiares e permitam que eles possam desenvolver as suas potencialidades. “Com os novos escritórios será possível desenvolver a Zona Rural, levando conhecimentos para os trabalhadores e também aprendendo com eles”.

 

09.11.2012

Assessoria de Comunicação da SDA

Lúcio Filho / Cícero Lacerda (asscom@sda.ce.gov.br / 85 3101.8105 | 8897.8510)

Twitter: @ImprensaSDA