Ceará registra a abertura de 3.934 postos de trabalho

23 de novembro de 2012

Em outubro, o Ceará foi responsável pela geração de 3.934 empregos celetistas, equivalentes à elevação de 0,37% em relação ao estoque de assalariados com carteira assinada do mês anterior. Os números colocam o estado como o segundo maior gerador de empregos formais do Nordeste, para o período, atrás somente do registrado em Alagoas (5.419).

 

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), divulgados nesta sexta-feira (23) pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). O desempenho foi proveniente da expansão do emprego, principalmente nos setores do Comércio (1.641 postos), da Indústria de Transformação (1.601 postos) e dos Serviços (1.540 postos).

 

Segundo o presidente do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT) De Assis Diniz os dados demonstram o aquecimento do comércio, que tende a contatar mais neste período, em virtude das festas de final de ano, bem como da indústria, que foi o setor que mais criou vagas na Região Nordeste, com 9.281 postos.

 

Nos primeiros dez meses do ano, houve acréscimo de 39.184 empregos (3,77%), e, nos últimos doze meses, verificou-se crescimento de 3,68% no nível de emprego ou 38.250 postos de trabalho, considerando os dados da série ajustada, que incorpora as informações declaradas fora do prazo.

 

23.11.2012

 

Assessoria de Comunicação do IDT

Ana Clara Braga (anaclara@idt.org.br / 85 3101.5500)