Réveillon da Solidariedade: Cid Gomes entrega os donativos nesta quarta (02)

1 de janeiro de 2013

Captura_de_Tela_2013-01-01_as_11.45.45

Centenas de milhares de pessoas conferiram de perto a despedida de 2012 no Aterro da Praia de Iracema. Foi o Réveillon da Solidariedade que, além de reunir cearenses e turistas, arrecadou toneladas de alimentos e milhares de litros de água mineral para serem distribuídos às vítimas da seca. O governador Cid Gomes acompanhou a contagem regressiva para a chegada de 2013 ao lado do cantor Luan Santana e da dupla sertaneja Zezé di Camargo e Luciano e adiantou que nesta quarta-feira (02), às 8h30min, no Palácio da Abolição, fará a entrega dos donativos para à Cruz Vermelha e Defesa Civil. Antes da passagem de ano, o Governador foi à multidão desejar um Feliz 2013 e conferir de perto a infraestrutura montada ao longo do Aterro.
A festa começou às 18 horas de segunda-feira (31) e contou com o apoio de instituições como o Banco do Nordeste do Brasil (BNB), Associação Brasileira de Hotéis (ABIH-CE), a companhia telefônica Oi, a Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), a Coca-Cola e o Sistema Verdes Mares e trouxe 15 minutos de queima de fogos – asegunda maior do Brasil – 12 atrações musicais e vários humoristas para o aterro da Praia de Iracema.
Ao todo, trabalharam  mais de mil pessoas na montagem das estruturas, organização, limpeza, segurança particular, produção e técnica de som, luz, pirotecnia e cenografia. Somados a esses, estiveram envolvidos cerca de 1,1 mil profissionais no esquema especial de segurança.

foto1Mais de mil policiais, guardas, bombeiros e seguranças particulares

A segurança e a fluidez no trânsito para quem celebrou  a chegada de 2013 no Aterro foram prioridades da organização. Para tanto, foi montado um esquema inédito de patrulha, que incluiu policiamento a pé e em motos em todos os 41 cruzamentos compreendidos na área a ser interditada a partir das 16h do dia 31 – entre as ruas Nunes Valente (Meireles) e Almirante Jaceguai (Praia de Iracema) e entre a rua Tenente Benévolo e o Aterro.
A área dos shows foi zoneada e teve  cinco corredores de policiamento, com três metros de largura cada um, separados por grades. Os três primeiros ficaram  a cada 50 metros, o quarto a 100 metros do terceiro e o quinto, a 130 metros do final do aterro (rua Ildefonso Albano).
Além do efetivo policial, composto por 772 homens das polícias Militar (PM) e Rodoviária Estadual (PRE), foram contratados 350 seguranças particulares. Bombeiros militares estiveram dispostos em seis torres e em duas lanchas de patrulha, afim de evitar afogamentos.
Para garantir a fluidez do trânsito na região e também ajudou na segurança, 150 membros da PRE utilizaram 42 motos, quatro viaturas e três guinchos; além de 40 agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC).
A PM contou ainda com 12 torres elevadas para terem um visão panorâmica dos possíveis pontos críticos, dotadas de canhões de luz. O efetivo se dividiu em 484 policias a pé; 30 da Cavalaria, divididos em trios; 20 da Companhia Independente de Eventos (Cipe); 20 da Coordenadoria de Inteligência (Coin) em policiamento velado; e o restante dividido em 75 viaturas leves e 12 pesadas.
Foram instaladas cerca de 50 câmeras móveis, cujas imagens eram acompanhadas em tempo real em uma sala de monitoramento com comunicação via rádio com a PM, a GMF e os Bombeiros, localizada no back stage do palco.
Também estiveram a postos as equipes do Ronda do Quarteirão e houve reforço do policiamento nos terminais de ônibus. Todo o esquema de segurança só foi encerrado com a dispersão total das pessoas.

foto2Queima de fogos

Aproximadamente 20 toneladas de fogos de artifício fizeram a queima de fogos mais bonita já vista em Fortaleza. Lançados do espigão na altura da avenida Rui Barbosa, teve 450 metros de frente de show piromusical, com capacidade para atingir até 150 metros de altura, enquanto os menos potentes, estouraram a 80 metros.
A tecnologia de disparo utilizada foi a mais moderna do mercado, com software e equipamentos vindos dos Estados Unidos. Os canhões são acionados por radiofrequência, no ritmo da música tocada. Além disso, dispara bombas aquáticas, que são lançados sobre o mar e explodem sem nenhum dano ambiental.

Doação de alimentos e água

O Ceará passa pela pior seca dos últimos 40 anos. E para ajudar os cearenses que sofrem com a seca, foi fechada uma parceria com a Defesa Civil para recolher alimentos não perecíveis e água potável no Réveillon da Solidariedade, para serem distribuídos aos que precisam no Interior. Dez postos de recolhimento de donativos foram dispostos  ao longo do aterro.

Programação do Réveillon da Solidariedade

Banda Verona
Show de Humor
Banda Patrulha
Show de Humor
Waldonys
Show de Humor
Banda Forró Real
Show de Humor
Dupla sertaneja Luis Marcelo e Gabriel
Show de Humor
Késia Estácio e Nayra Costa (The Voice Brasil)
Show de Humor
Luan Santana
Show piromusical
Zezé Di Camargo e Luciano
Show de Humor
Aviões do Forró
Show de Humor
Billy Paul
Italo e Renno
HUMORISTAS: Esquema, Mastrogilda, Laitinho Brega, Ciro Santos e Raimundinha.

01.01.2013

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br – 85 3466.4898