Hemoce realiza mais de 70 mil testes de hepatite C e HIV

18 de Fevereiro de 2013

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) iniciou em outubro de 2012, a realização de testes de triagem de HIV e Hepatite C para as hemorredes do Piauí e Maranhão, utilizando a tecnologia de biologia molecular – NAT. A implantação do Teste Ácido Nucleico (NAT) na Hemorrede pública do Ceará ocorreu em junho de 2012 e, desde então, o laboratório passa a receber também as amostras de doadores de sangue desses dois estados.

 

O laboratório NAT do Hemoce foi escolhido pela Coordenação Geral de Sangue e Hemoderivados/Ministério da Saúde em razão da estrutura e capacidade de resposta do hemocentro coordenador de Fortaleza para ser Sítio Testador do NAT (SIT-NAT), sendo um dos catorze (14) centros testadores implantados no país.

 

Em 2012, o Hemoce realizou o teste NAT em 12.706 amostras do hemocentro do Piauí o Hemopi e 6.229 para o hemocentro do Maranhão, o Hemomar. Na hemorrede estadual, foi realizado o teste NAT em 52.610 amostras.  Com a implantação do NAT, o Hemoce funciona como uma central sorológica, que atendendo não somente à população cearense, como também às populações dos estados já citados. Ocasionalmente, também atenderá a outros estados quando solicitado através da CGSH, por meio do Plano de Contingência criado para atender a  toda hemorrede nacional.

 

Entenda o Teste NAT

 

O NAT HIV/HCV Bio-Manguinhos é uma tecnologia desenvolvida para a detecção de ácidos nucleicos virais no período da janela imunológica ou fase inicial da infecção pelo HIV e vírus da Hepatite C que precede a produção sistêmica de anticorpos. A Tecnologia de Amplificação de Ácidos Nucléicos (NAT) permite diminuir o risco residual transfusional para estes patógenos, reduzindo a janela de detecção destes vírus em doadores de sangue quando comparado com os testes sorológicos (Elisa anticorpo ou antígeno ou testes Elisa combinados). Diferente dos testes sorológicos, o ensaio NAT não detecta a presença de anticorpos e sim o material genético do vírus, reduzindo a janela imunológica no caso do HIV DE 20-22 dias para 10 dias e do HCV de 70 dias para 11 dias.

 

18.02.2013

Assessoria de Imprensa do  Hemoce

Suzana de Araújo Mont’Alverne (3101.2308 / 9663.2344 / 8768.0618)