1.400 laudos são emitidos pelos laboratórios de análise e monitoramento da Semace

25 de fevereiro de 2013

Os laboratórios da Gerência de Análise e Monitoramento (Geamo) da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) emitiram o total de 1.400 laudos de análises físicoquímicas e bacteriológicas em 2012. O resultado do balanço contempla as análises das ações de balneabilidade das praias e das fontes poluidoras do litoral de Fortaleza, além dos programas de Combate à Fumaça Negra, Automonitoramento da Qualidade do Ar das Indústrias e Monitoramento Ambiental das Águas Superficiais dos Principais Rios do Estado e Seus Afluentes.

 

De acordo com a Geamo, os laboratórios são responsáveis pela realização de análises de amostras de efluentes, águas superficiais e subterrâneas, envolvendo o monitoramento e avaliação da qualidade, de forma a atender aos diversos setores da superintendência, Disque Natureza, particulares e instituições diversas. Além disso, eles subsidiam o licenciamento de empreendimentos e as ações de fiscalização desenvolvidas pela autarquia.

 

Esses setores se dividem nas descrições: físico-química, absorção atômica, bacteriológico e cromatografia gasosa. As atividades envolvem, também, a preparação de materiais (componentes químicos) com a esterilização e identificação antes do uso, bem como a coleta das amostras e a emissão de laudos de forma a atender às normas e legislações ambientais vigentes.

 

De acordo com a gerente da Geamo, Magda Kokay, o monitoramento das fontes poluidoras realizado pelos laboratórios da Semace atendem a um convênio de cooperação ténicocientífico entre a Companhia de Águas e Esgotos do Estado e a autarquia. “Fechamos bem o balanço do ano passado. A exemplo disso apresentamos um total de 432 laudos, de 36 pontos de amostragem mensal, somente referente às fontes pontuais de poluição”, enfatizou Kokay.

 

Ainda segundo ela, outro fator que evidencia a importância desses setores junto ao órgão é o resultado do balanço qualitativo de coleta e análise de amostras das águas das praias do litoral de Fortaleza, bem como dos demais municípios litorâneos do Estado para atender ao Programa de Balneabilidade das Praias. “Só no ano passado realizamos um total de 1.884 de coletas, equivalente a um percentual de mais de 90%”, ressaltou Magda.

 

25.02.2013

Assessoria de Comunicação da Semace

Ana Luzia Brito (comunicacao@semace.ce.gov.br / 3101-5554)

Twitter: @semace

Facebook: semace.gov