Maciço de Baturité: Cid Gomes anuncia novo hospital regional

2 de março de 2013

A Região de Baturité ganhará um hospital regional universitário. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (01), em Redenção, pelo governador Cid Gomes durante entrega do título Doutor Honoris Causa da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O futuro hospital dará suporte ao curso de Medicina que será instituído na Unilab e que foi anunciado também durante a cerimônia pelo reitor da Unilab, Paulo Speller.

 

“Com o anúncio do curso de Medicina, já passo agora para o secretário da Saúde (Arruda Bastos) que encomende o projeto de engenharia para instalarmos o hospital no Maciço de Baturité”, disse o Governador. Esse hospital se somará ao Hospital Regional do Cariri, só Hospital Regional Norte (os dois já concluídos), ao Hospital Regional do Sertão Central (em construção) e ao Hospital Regional Metropolitano.

 

Doutor Honoris Causa

 

Luiz Inácio Lula da Silva foi a primeira pessoa a receber o título Doutor Honoris Causa pela Unilab. Em seu discurso, o ex-presidente destacou que criação de uma universidade que integrasse os povos brasileiro e africano foi um dos momentos mais marcantes de seu mandato. “Conheci as pessoas mais importantes do mundo, conheci 54 países, sendo 34 do continente africano, e vi que tínhamos essa obrigação de integrar esses dois povos”, disse o homenageado, sendo aplaudido por centenas de estudantes da Unilab.

 

Ele ressaltou ainda que a criação de uma universidade desses moldes deveria acontecer no Nordeste e em uma cidade que representasse a abolição da escravatura, daí a sua instalação no município de Redenção, que libertou os escravos em 1883, cinco anos antes da Lei Áurea.

 

O governador Cid Gomes elogiou a ação de Lula na Presidência em expandir universidades federais. “Foi preciso que um homem forjado na indústria, na luta sindical e com a coragem de nordestino, assumisse a Presidência e desse uma guinada no ensino superior. Nada menos que 14 instituições e 100 campi foram instituídos. Lula, sozinho, criou 280 centros tecnológicos”, exemplificou o Governador.

 

O ministro da Educação, Aloísio Mercadante, ressaltou que a criação da Unilab faz parte da dívida do Brasil com os países africanos. “É Uma reparação de direitos e abertura de novas oportunidades para os dois povos”, disse.

 

Após a solenidade, o Governador e o ex-presidente visitaram a Colônia. convivência Antônio Diogo, também em Redenção. A estrutura pertence ao Governo do Estado e foi um local de tratamento para hansenianos.

 

01.03.2013

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Casa Civil (comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898)