Governo do Estado realizará testes rápidos de HIV e sífilis

27 de março de 2013

Na semana que antecede o Dia Mundial da Saúde, 7 de abril, os municípios de Aracati, Crateús, Crato, Itapipoca, Fortaleza, Limoeiro do Norte, Maracanaú e Russas que aderiram a mobilização nacional para a triagem de sífilis e diagnóstico de HIV farão testes rápidos. O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde do Estado, distribuirá 13 mil testes de HIV e 10,5 mil de sífilis e realizará testes rápidos em Fortaleza, na segunda-feira, 1º de abril, das 8 haras às 16 horas, no Centro de Saúde Meireles, Avenida Antônio Justa, 3113, Meireles. Todas as pessoas interessadas poderão fazer o teste rápido, que é feito a partir da coleta de sangue da ponta do dedo. O sangue é colocado em um dispositivo de testagem e o resultado sai em 20 minutos. Se o resultado for negativo, o diagnóstico é fechado. Em caso de resultado positivo, é realizado outro teste para confirmação. Já o teste de triagem de sífilis dá o resultado  em até 15 minutos.

 

O resultado do teste rápido tem a mesma confiabilidade dos exames convencionais e não há necessidade de repetição em laboratório. O teste de aids não deve ser feito de forma indiscriminada e a todo o momento. O aconselhável é que quem tenha passado por uma situação de risco, como ter feito sexo desprotegido, faça o exame. Após a infecção pelo HIV, o sistema imunológico demora cerca de um mês para produzir anticorpos em quantidade suficiente para serem detectados pelo teste. Por conta disso, é melhor fazer o exame após esse período.

 

Os kits para a realização do teste rápido de HIV são fornecidos pelo Ministério da Saúde, que envia, em média, 22 mil testes por mês para o Ceará. Nos procedimentos de rotina, o teste rápido é realizado em gestantes na primeira consulta de pré-natal nas unidades de atenção básica. Também é oferecido teste rápido nas unidades básicas à população indígena e populações flutuantes (caminhoneiros, artistas de circo, ciganos). A Secretaria da Saúde do Estado estabeleceu calendário permanente de mobilização para realização de testes rápido, iniciado em 8 de março, Dia Internacional da Mulher, no Instituto de Prevenção do Câncer (IPC). No primeiro semestre do ano, ainda acontecerão mobilizações no Dia das Mães, 11 de maio, e no Dia dos Namorados, 8 de junho. 

 

Gestantes

Em 2009, o Ceará foi o primeiro estado brasileiro a garantir para todas as gestantes dos 184 municípios, dois testes de HIV, com o objetivo de reduzir a transmissão de aids da mãe para o bebê e, assim, diminuir a mortalidade infantil no Estado. Até 2012, foram realizados 153.399 exames em gestantes, no Laboratório Central de Saúde Pública do Estado, unidade da rede Sesa. Para garantir a realização dos dois testes, R $ 1.584.200,00 são investidos todo ano, em recursos do Tesouro do Estado, na aquisição de insumos para realização dos exames.

 

No Ceará, desde o primeiro caso em 1983, foram notificados 11.759 casos até outubro de 2012, segundo o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan). Desse total, 70% foram no sexo masculino e 30% em mulheres. Em 2012, com dados ainda preliminares, foram confirmados 429 casos. A maioria na capital. Em 60% dos casos residentes em Fortaleza. Ou seja, 230 pessoas. No Brasil, de 1980 a abril de 2012, foram notificados 656.701 casos de aids.

 

27.03.2013

 

Assessoria de Comunicação da Sesa

Selma Oliveira/ Marcus Sá
selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220/ 3101.5221 / 8733.8213
Twitter: @SaudeCeara
Facebook: www.facebook.com/saudeceara