Ceará recebe bases móveis do Programa “Crack, é possível vencer”

18 de junho de 2013

O Governo do Estado do Ceará, por meio da Assessoria Especial de Políticas Públicas sobre Drogas do Gabinete do Governador, recebe nesta quinta-feira (20), no auditório do Palácio da Abolição, às 10 horas, três bases móveis de videomonitoramento, com o objetivo de fortalecer o policiamento ostensivo e de proximidade em cenas de uso de drogas. Os equipamentos, doados pelo Ministério da Justiça, que juntos custaram mais de R$ 6 milhões, é uma das ações de segurança pública previstas pelo Programa ‘Crack, é possível vencer’, do governo federal.

 

Cada base móvel irá monitorar um território em que serão instaladas 20 câmeras fixas de videomonitoramento, contando com o apoio de duas viaturas, duas motocicletas, 50 pistolas de condutividade elétrica e 150 espargidores de pimenta. A previsão é de que as regiões monitoradas sejam o Grande Bom Jardim, o Centro e Serviluz. A base funciona como um pequeno centro de comando e controle adaptado a um micro ônibus, auxiliando em ações conjuntas de prevenção e enfrentamento da violência, coibindo o tráfico de drogas, identificando traficantes e mapeando o fluxo das atividades criminosas.

 

Em 2014, outras três bases móveis serão entregues no Ceará, mais precisamente para os municípios de Caucaia, Juazeiro do Norte e Maracanaú, que assinam, nesta sexta-feira, o termo de adesão ao Programa ‘Crack, é possível vencer’.

 

De acordo com Assessora Especial de Políticas Públicas sobre Drogas do Gabinete do Governador, Dr(a) Socorro França a assinatura do termo de adesão destes municípios é um momento muito importante, porque tudo que foi assinado pelo Governo do Estado através do Comitê Gestor, foi validado pelo Ministério da Justiça. “A iniciativa das bases de videomonitoramento será fundamental para minimizar os problemas relacionados ao enfrentamento às drogas”, ressalta a assessora.

 

Até o momento, o Distrito Federal, 18 estados e 63 municípios com mais de 200 mil habitantes já aderiram ao programa. Com a inclusão das cidades cearenses, esse número sobe para 66. O Ceará e a capital, Fortaleza, já tinham aderido à iniciativa em 31 de julho de 2012.

 

Os três municípios cearenses que passam a integrar o programa receberão, juntos, mais de R$ 6,2 milhões para a área de segurança pública. O investimento da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) será na capacitação de 120 profissionais de segurança pública que atuarão nas bases e de 30 policiais militares do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) e na compra das três bases, além dos equipamentos que as acompanham: 60 câmeras de videomonitoramento, seis viaturas, seis motocicletas, 150 pistolas de condutividade elétrica e 450 espargidores de pimenta.

 

Estarão presentes no evento Secretário Nacional de Políticas sobre Drogas, Vitore André Zílio Maximiniano; Secretária Nacional de Segurança Pública Regina Maria Filomena de Luca Miki; Assessora de Políticas Públicas sobre Drogas, Socorro França; Secretário de Segurança Pública do Estado do Ceará, Coronel Francisco Bezerra, entre outras autoridades ligadas ao tema.

 

Cuidado e prevenção

 

Para as ações de assistência social, os municípios do CE receberão aporte financeiro do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) para fortalecimento e ampliação do Serviço Especializado de Abordagem Social. Dentre os equipamentos ofertados estão Centros de Referência de Assistência Social (Cras), Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), Centros para População em Situação de Rua (Centros POP) e vagas em Serviços de Acolhimento para População em Situação de Rua (abrigos).

 

Na área de saúde, estão previstos investimentos do Ministério da Saúde para as ações de tratamento aos dependentes químicos e para a criação de novos leitos para atendimento aos usuários de drogas e Centros de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS-AD), com atendimento 24 horas, além da implantação de Unidades de Acolhimento e Consultórios na Rua.

 

No eixo prevenção, o MJ promove ações voltadas para a escola e a comunidade, com ênfase no fortalecimento das redes de atenção ao usuário e dependente de drogas. A meta é capacitar agentes de segurança pública, lideranças e conselheiros municipais, profissionais de saúde e assistência social, educadores da rede pública, operadores do Direito que atuam nos Juizados Especiais Criminais, gestores, profissionais e voluntários de comunidades terapêuticas.

 

Serviços

Evento: Entrega de bases móveis + adesão dos municípios de Caucaia/CE, Juazeiro do Norte/CE e Maracanaú/CE ao Programa ‘Crack, é possível vencer’.
Data: 20/06/2013
Horário: 10 horas
Local: Auditório do Palácio da Abolição, localizado à Av. Barão de Studart, 505 – Meireles

 

18.06.2013

 

Assessoria de Imprensa do Gabgov
Camila Rios – 85 3466.4939