Cagece recebe visita de técnicos do BNDES nesta quarta-feira (10)

9 de julho de 2013

A Cagece recebe nesta quarta-feira (10), das 9h30min às 14 horas, no auditório da sede da empresa, a visita de técnicos do BNDES, com  o objetivo de acompanhar os empreendimentos financiados pelo Banco e executados pela Companhia.  Além disso, haverá apresentação do plano de investimentos da Empresa. Na programação, palestras abordarão também a Companhia nos seus aspectos organizacionais, de mercado, operacionais, financeiros e ambientais, assim como no que diz respeito ao planejamento estratégico. As obras da Cagece que recebem, atualmente, recursos do BNDES são a Estação de Tratamento de Água Oeste (em Caucaia) e a duplicação do sistema adutor da Serra da Ibiapaba, ambas em andamento.

 

A ETA Oeste fica situada na localidade de Toco, em Caucaia, e teve sua primeira etapa inaugurada, no final de 2012. Atualmente, funcionam seis filtros, por meio de filtração direta descendente. Há também um reservatório de 11 mil metros cúbicos. Com o funcionamento pleno da ETA Oeste, a Capital terá maior garantia de segurança hídrica por pelo menos os próximos 30 anos.

 

Na primeira fase, a estação funciona com capacidade de 700 litros de água por segundo, o que representa, atualmente, o abastecimento de municípios como Caucaia e Juazeiro do Norte somados. Já estão sendo beneficiadas 220 mil pessoas em 16 localidades de Fortaleza e Região metropolitana.

 

Quando concluída, a segunda etapa da ETA Oeste, prevista para dezembro de 2013, beneficiará 1,2 milhão de pessoas, em Fortaleza e Caucaia. A obra está em andamento e prevê um investimento de R$ 139.494.589,88 (empréstimo junto ao BNDES e Tesouro do Estado). Com isso, a expectativa é aumentar a vazão de água para 5m³ por segundo, o que representa metade da capacidade atual da Estação de Tratamento de Água Gavião.

 

Também com recursos do BNDES, a Cagece está duplicando o sistema adutor da Ibiapaba. Serão investidos R$ 37,6 milhões, beneficiando 237 mil pessoas, atendendo a localidades como Cedro, Tianguá, Viçosa, Pindoguaba, Quatiguaba e Lambedouro.  Somente no ramal principal estão sendo implantados 371 metros de tubos de adutora de água bruta e 14.839 metros de adutora de água tratada. Ainda no ramal principal, haverá um reservatório elevado com capacidade de 1.000 metros cúbicos.

 

Já no ramal Norte, a Cagece está executando 70.937 metros de adutora. A obra também consta de um reservatório apoiado com capacidade de 300 metros cúbicos e outro elevado com capacidade de 150 metros cúbicos.

 

09.07.2013

Assessoria de Imprensa da Cagece

Tel: (85) 3101-1826 e (85) 3101-1828
Cel: (85) 8878.8932