Governo reforça negociações para Refinaria no Ceará

10 de julho de 2013

Em missão oficial na Coreia do Sul, o presidente do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico (Cede), Alexandre Pereira, se reuniu nesta terça-feira (09) com a direção da GS Energy. A empresa, formada a partir de uma associação entre a sul coreana GS e a americana Chevron, celebrou em junho passado uma carta de intenções com a Petrobras para desenvolver estudo conjunto para criação de uma joint venture para o Projeto da Refinaria Premium II, no estado do Ceará.

 

A GS fornece mais de um terço das necessidades de petróleo da Coreia do Sul e exporta mais de 50% de seus produtos. A empresa tem instalações de refino e petróleo bruto, com uma capacidade de 800.000 barris por dia. A aproximação entre os grupos é fruto de um esforço do Governador Cid Gomes, que a partir de uma sugestão da presidente da Petrobras, Graça Foster, passou a buscar pessoalmente parceiros comerciais para se unir à empresa brasileira.

 

De acordo com Alexandre Pereira, a GS Energy afirmou que as negociações com a Petrobras estão indo bem, deixando o Governo otimista com relação à consolidação desse importante projeto para o estado. O Secretário visitou também a maior refinaria do grupo na Coreia e seu polo petroquímico, localizado na cidade de Yeosu. “Esse projeto é um sonho para o Ceará, estamos fazendo o possível para que se transforme em realidade”, afirmou.

 

Participaram da reunião, além do Presidente do Cede, o Vice Chairman & CEO da GS, W. B. Rha; o Vice Presidente de Refino e Petroquímica da empresa, Taio Kim, e o dirigente da Dongkuk, Joho Shang.

 

Laminadora no Ceará

 

O Presidente do Cede manteve contatos também na Posco, terceira maior produtora de aço do mundo. O encontro foi importante para definir os primeiros passos para uma possível join venture entre a Posco e Aço Cearense numa usina laminadora no Ceará, que produzirá 1 milhão de toneladas de aço laminado. Um dos pontos abordados foi a necessidade da mudança da legislação da ZPE de 20 para 40% da produção para o mercado interno. O projeto está em estudo pelos prováveis sócios. O investimento estimado é de R$1 bilhão. Na terça-feira (9) foi aprovado no Senado o Projeto de Lei 764/2011 de autoria da Senadora Lidice da Mata que trata justamente da redução de 80% para 60% a obrigatoriedade de exportação em ZPE. A matéria agora segue para análise da Câmara dos Deputados.

 

Presentes ao encontro estavam Chiho Chang, pela Dongkuk; o presidente da Posco Sung Kwan Kin, o vice-presidente Deuk-Hee Lee e mais dez diretores, além do presidente da Aço Cearense, Vilmar Ferreira e o vice, Ian Corrêa.

 

Agenda

 

Nesta quinta-feira (12), o Secretário Alexandre Pereira conhecerá a fábrica de elevadores e a torre de testes da Hyundai, empresa que pretende construir uma planta industrial de elevadores no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp).

 

10.07.2013

 

Assessoria de Comunicação do Cede
Paulo Sombra
paulo.sombra@cede.ce.gov.br / 85 3101.1602 9909.3843