STDS e Sesporte desenvolvem ações conjuntas para jovens e crianças

11 de julho de 2013

Passada a Copa das Confederações e iniciada a contagem regressiva para o Mundial de Futebol de 2014, ganham forças as ações de intersetorialidade, no sentido de aliar as atividades de capacitação, de geração de emprego e renda, esportivas e de lazer, em busca de novos valores e talentos infanto-juvenis nas artes do trabalho e do esporte. Com esse objetivo, as secretarias do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) e do Esporte (Sesporte) entregam nesta sexta-feira (12), 300 pares de tênis para crianças e jovens atendidos nos Centros de Inclusão Tecnológica e Social (Cits), dos bairros Conjunto Ceará, Jangurussu e Messejana (São Bernardo).

 

As entregas serão feitas pelo titular da STDS, o economista Evandro Leitão, em cada um dos três Cits, respectivamente, às 8h30min, 10 horas e 11 horas. As doações, que irão contemplar 300 crianças e jovens na faixa etária de sete a 17 anos, marca a implementação do Projeto Segundo Tempo, da Sesporte, nos Cits – unidades de qualificação de mão de obra, desenvolvidos e sob a gestão da STDS.

 

Intersetorialidade cidadã

 

“Aliar atividades esportivas e de lazer à educação, à qualificação profissional é o caminho para o desenvolvimento físico, intelectual e social das nossas crianças e jovens. Esse é o nosso objetivo. E o projeto Segundo Tempo se encaixa perfeitamente nas atividades dos CITS”, destaca Evandro Leitão, segundo quem “a união de forças sempre resulta em mais, em resultados positivos maiores”. “A intersetorialidade nos propicia isso”, acrescenta.

 

O projeto Segundo Tempo tem por objetivo democratizar o acesso à prática e à cultura do Esporte, de forma a promover o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens, como fator de formação da cidadania e melhoria da qualidade de vida, prioritariamente em áreas de vulnerabilidade social.

 

Laboratório vocacional

 

Os Cits funcionam como um laboratório vocacional. O espaço é utilizado para capacitar o público de acordo com as atividades realizadas em cada bairro. No Lagamar existe instalado um laboratório de gastronomia; no Mucuripe, de turismo e línguas; Parque São José, de telemarketing; Messejana, de confecção e moda; Conjunto Ceará e José Walter, de hardware; e Jangurussu, laboratório de serviços domésticos. Os cursos têm duração de 200 horas aula.

 

A STDS mantém sete Cits em Fortaleza, que ficam localizados nos bairros Lagamar, Mucuripe, Parque São José, Messejana, Conjunto Ceará, José Walter e Jangurussu. Os Centros atendem à comunidade por meio de cursos de qualificação em Inglês e Informática Básica, de ações complementares e de oficinas socioeducativas com as famílias. São desenvolvidas ainda ações de geração de emprego e renda no entorno de cada Centro, proporcionando o fortalecimento da economia dos bairros. Além disso, todas as unidades são conveniadas ao Sistema Nacional de Emprego (Sine/CE), facilitando, desse modo, o encaminhamento do jovem estudante ao mercado de trabalho.

 

Cada unidade possui auditório com estrutura para realização de vídeo-conferências, laboratórios de eletromecânica e informática, salão de jogos educativos, biblioteca multimídia, salas de aula, de professores, de secretaria e coordenação, cantina, banheiros e almoxarifado. As capacitações contam com o suporte de parceiros como o Instituto de Desenvolvimento Social e da Cidadania (Idesc), Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec), além da participação de entidades sociais civis.

 

Serviço:
12 de julho (sexta-feira)
Cits Conjunto Ceará – Rua 111, 10, 4º Etapa, Conj. Ceará, às 8h30
Cits Jangurussu – Rua L, 20, Conj. João Paulo II, às 10h
Cits Messejana – Rua 24 de Novembro, 555, Conj. São Bernardo, às 11h

 

11.07.2013

Assessoria de Comunicação Social da STDS

Carlos Eugênio Saraiva Nogueira
Fone: 3101.2099 / 2089
Cel: 8878.8510
E-mails: imprensa@stds.ce.gov.br
Twitter: www.twitter.com/stdsonline