Secretaria da Saúde (Sesa) alerta sobre saúde do homem nesta segunda-feira (15)

15 de julho de 2013

15 de julho é comemorado o Dia Nacional do Homem. Com a intenção de alertar sobre atitudes de prevenção e promoção da saúde, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) aproveita a data para orientar sobre os cuidados que os homens devem ter com a saúde. Uma equipe da Sesa fará uma mobilização no Shopping Benfica (Avenida Carapinima, 2200 – Benfica) nesta segunda-feira (15), das 14 horas às 19 horas. Serão distribuídos materiais educativos, como panfletos e folders, fazendo a informação circular, principalmente sobre o combate ao tabagismo e às doenças sexualmente transmissíveis. A distribuição de preservativos também fará parte das atividades programadas para a mobilização. Na ação de mobilização, as pessoas que circularem pelo shopping ficarão sabendo quais são e onde ficam as unidades de saúde com serviços especializados na atenção ao homem, entre eles, o Centro de Saúde do Meireles.

 

Os serviços de saúde são menos procurados pelos homens. Na maioria dos casos, não se previnem e só procuram quando sentem dores ou quando o quadro se agrava. Por isso o Centro de Saúde, unidade ligada a Secretaria (Avenida Antônio Justa, 3113 – Meireles), há três anos e meio passou a funcionar também à noite como opção de atendimento aos homens. A implantação do turno noturno, que funciona de segunda à sexta-feira, das 17 horas às 21 horas, é uma estratégia que possibilita o atendimento em saúde ao público masculino, para que não haja o comprometimento de um dia de trabalho, pretexto muitas vezes usado pelos homens para não cuidarem da própria saúde.

 

O atendimento tem início com um médico  em clínica geral. Depois da consulta, o médico pode encaminhar o paciente para a realização de exames laboratoriais, como de sangue  urina, e mais complexos, a exemplo da ultrassonografia de próstata, pélvica e abdominal,  feitos no próprio Centro. Dependendo do diagnóstico inicial, o paciente é encaminhado aos especialistas nas áreas de cardiologia, urologia, serviços em enfermagem, pequenas cirurgias e ginecologia, também sem sair do Centro. Todas essas especialidades são ofertadas no Meireles. A ginecologia assegura o tratamento conjunto das parceiras, como em doenças sexualmente transmissíveis entre o casal.

 

Próstata

 

Atualmente, o Programa Saúde do Homem do Centro de Saúde do Meireles atende uma média de 950 pacientes por mês. Em 2012, foram realizadas 9.478 consultas e, somente no primeiro semestre de 2013, foram atendidos 5.521 pacientes. Desse total, 1.775 foram atendimentos em clínica médica, 1.102 em urologia, 1.010 em serviços de enfermagem, 913 em ginecologia, 657 em cardiologia. Foram realizadas também 64 pequenas cirurgias, como biópsia de pênis e retirada do HPV. Especificamente no atendimento em urologia, o trabalho foca a prevenção do câncer de próstata, o tratamento de DST’s e os distúrbios sexuais do homem. O câncer de próstata é um grave problema, que deve ser controlado. No Ceará, foram registrados 570 óbitos em 2010, caindo para 562 em 2011 e aumentando para 599 em 2012. A estimativa para 2013 é que sejam registrados 2.110 casos novos no Estado, sendo 490 apenas em Fortaleza, conforme o Instituto Nacional do Câncer (Inca). O melhor é prevenir. Fazer o exame para ter o diagnóstico precocemente ainda é a melhor prevenção.  

 

Indicadores

 

Segundo o Censo 2010, divulgado pelo IBGE, há 96 homens para cada 100 mulheres no Brasil. No Ceará, Fortaleza é a cidade com a maior porcentagem de mulheres, com 53,2% da população total, índice que corresponde a 156.349 mulheres a mais que a população masculina, que representa 46,8%. Estudos mostram que os homens são mais acometidos por enfermidades graves e crônicas. No Brasil, os homens vivem 7,6 anos, em média, a menos do que as mulheres. O Ministério da Saúde lançou, em 2009, a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem, para promover a melhoria das condições de saúde da população masculina no Brasil, contribuindo, de modo efetivo, para a redução da mortalidade desse grupo, através do enfrentamento racional dos fatores de risco e da facilitação do acesso aos serviços de assistência à saúde.

 

15.07.2013

Assessoria de Comunicação da Sesa

Selma Oliveira/ Marcus Sá (selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220 / 3101.5221)

Twitter: @SaudeCeara

Facebook: www.facebook.com/saudeceara