Dilma Rousseff destaca programas educacionais do Ceará

18 de julho de 2013

Três mil jovens cearenses passaram a ter mais chances no mercado de trabalho a partir desta quinta-feira (18). Eles se formaram em diversos cursos por meio do Programa Nacional de acesso ao Ensino Técnico e Emprego – Brasil Sem Miséria (Pronatec BSM), e receberam simbolicamente seus diplomas pelas mãos da Presidenta Dilma Rousseff, do Governador Cid Gomes e do Prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio. “O Brasil Sem Miséria duplicou os investimentos no Ceará no último ano. São R$ 2 bilhões para famílias de baixa renda deixarem a extrema pobreza. Mas o que as pessoas querem é oportunidade de vencer, e esses jovens aqui são a prova disso”, afirmou o Governador.

 

Sair da extrema pobreza, segundo a Presidenta, é só o primeiro passo: “O Caminho é o acesso a educação, desde o início. E o Governo do Ceará é um exemplo nesse quesito, com o Programa de Alfabetização na Idade Certa (PAIC)”. Para ela, o país só se desenvolve com uma população qualificada. O programa, segundo a Ministra do Desenvolvimento Social Tereza Campello, tomou uma decisão estratégica ao expandir a oferta de educação, unir com a demanda e garantir cursos de qualidade. E completou: “No Ceará temos uma situação exemplar, com cursos adequados à demanda do Estado. Comemoramos aqui além desses três mil jovens, mais também os 34 mil já formados no Ceará”.

 

dilma4Os cursos são ofertados de acordo com o Mapa de Oportunidades de Trabalho e Emprego, identificado pelas prefeituras. De acordo com o Prefeito de Fortaleza, “muitas vezes, nós tínhamos empregos disponíveis, mas não tínhamos qualificação suficiente. O Pronatec veio mudar isso e vai além, pode mudar o destino de uma pessoa”. Roberto Cláudio também aproveitou a ocasião para anunciar o compromisso de ter 10 mil alunos formados em pelo menos um curso até o fim deste ano.

 

Dos três mil alunos formados, vindos dos municípios de Fortaleza, Aquiraz, Cascavél, Caucaia, Horizonte, Eusébio, Maracanaú, Maranguape e Pacajus, 71% são mulheres e 64% estão na faixa etária de 16 a 29 anos. “É a oportunidade de a mulher deixar de só cuidar dos filhos e da casa, e ter uma profissão. O Brasil precisa disso. É também a oportunidade do jovem ter o seu primeiro emprego e ter um futuro melhor”, afirmou a Presidenta. André, formando do curso de recepcionista, é um exemplo disso. “Apareceu como uma grande oportunidade na minha vida. A estrutura é impecável e a tecnologia maravilhosa, tudo isso sem custos”, comemorou.

 

No Ceará, estão matriculados atualmente 15.591 pessoas, jovens a partir de 16 anos de idade, de 68 municípios que já pactuaram vagas com o MDS. Até o momento, 165 municípios já aderiram ao programa.

 

dilma3Assistência Técnica ao agricultor

 

Na ocasião, também foi feita a entrega de projetos produtivos para as famílias beneficiadas com o Programa Bolsa-Família. Vinte mil família já recebiam essa assistência por meio da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ematerce), e agora mais vinte mil serão beneficiadas com R$ 3 mil reais para o início do projeto, totalizando R$ 60 mil.

 

Estiveram presentes na ocasião os Ministros da Integração, Fernando Bezerra; das Cidades, Aguinaldo Ribeiro; da Secretaria Especial de Portos, Leônidas Cristino; os senadores Inácio Arruda e José Pimentel; o presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque; os deputados federais José Guimarães, Ilário Marques, Chico Lopes e Walter Cavalcante; secretários de Estado e demais autoridades.

 

18.07.2013

 

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Casa Civil – 85 3466.4898

comunicacao@casacivil.ce.gov.br