Museu do Ceará tem nova diretoria

3 de outubro de 2013

Nesta quinta-feira (03) foi empossada como diretora do Museu do Ceará, equipamento do Governo do Estado, a historiadora Carla Vieira. A solenidade foi presidida pelo secretário da Cultura (Secult), Paulo Mamede. Carla Vieira é historiadora graduada pela Uece, especialista em História da Arte e mestre em História Social pela PUC-SP. Há dois anos atua na elaboração de projetos e na captação de recursos para o Museu do Ceará e o Museu Sacro São José de Ribamar. Iniciou suas atividades no Museu da Imagem e do Som (MIS) e no Arquivo Público e tem uma trajetória de atuação na produção cultural ligada ao patrimônio histórico.

 

Durante a posse, o secretário Paulo Mamede destacou a a prioridade da Pasta em garantir qualidade no funcionamento dos equipamentos culturais do Estado, com programação atrativa e pessoal capacitado. “Carla já tem um trabalho relacionado ao Museu, compreende o que o Museu é hoje e compartilha da nossa disposição em garantir o cuidado com o equipamento e em fazer com que ele seja vivo, que tenha os estudantes, os artistas, a população aqui dentro”, ressaltou Paulo.

 

O conhecimento sobre as atividades do Museu e a vivência com a equipe foram enfatizadas por Carla Vieira. “Queremos contar com a apoio de todos, para que possamos tornar o Museu um espaço cada vez mais do povo, da sociedade”, conclamou.

 

O coordenador de Patrimônio da Secretaria da Cultura, Otávio Menezes, vinha respondendo pela direção do Museu, desde a saída da historiadora Cristina Holanda, no final de junho, quando assumiu o cargo de consultora do Programa Pontos de Memória da Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), em Brasília.

 

Saiba mais

 

O Museu do Ceará foi a primeira instituição museológica oficial do Estado, criada por decreto em 1932, mas aberto oficialmente ao público em janeiro de 1933, com a denominação de Museu Histórico do Ceará. Inicialmente foi concebido como uma das dependências do Arquivo Público, situado na rua 24 de Maio, nº 238, no centro de Fortaleza. No início de 1934, o Arquivo e o Museu foram transferidos para a Avenida Alberto Nepomuceno, nº 332, em frente à Praça da Sé. Hoje esses edifícios já não existem mais. Sua principal missão é promover a reflexão crítica sobre a História do Ceará por meio de programas integrados de pesquisas museológicas, exposições, cursos, publicações e práticas pedagógicas.

 

03.10.2013

Coordenação de Comunicação da Secretaria de Cultura do Ceará

Sonara Capaverde (imprensa@secult.ce.gov.br / 85 8878.8805)