Ceará leva 49 delegados para a 4a.Conferência Nacional de Meio Ambiente

23 de outubro de 2013

O Ceará marca presença na 4ª Conferência Nacional do Meio Ambiente que  começa nesta quarta-feira (24), e prossegue até domingo (27), discutindo a erradicação dos lixões que somam 2.906 no país, desperdícios de alimentos e combate à fome, resíduos no meio rural, coleta seletiva, o fortalecimento da organização dos catadores de material reciclável por meio de incentivos à criação de cooperativas, e da intensificação da logística reversa, que obriga as empresas a fazer a coleta e dar uma destinação final ambientalmente adequada dos produtos e os instrumentos, avanços e oportunidades para a implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

 

Os cearenses rumam nesta tarde para Brasília. São 49 delegados, além da coordenadora da 4a. CEMA, Maria José Holanda e o presidente do Conpam, Bruno Menezes, que se somam as mais de 1300 pessoas, de todo o país para focar as soluções que mudem o quadro das 189 mil toneladas de resíduos sólidos produzidas por dia no pais e apenas 1,4% é reciclado, e daí abordarem os temas centrados em Educação ambiental, Produção e Consumo Sustentáveis, Redução dos Impactos Ambientais e Geração de Emprego e Renda.

 

Esses problemas foram amplamente discutidos no Ceará nas 11 etapas regionais e na conferência estadual que ocorreu em agosto último. Os delegados representam a iniciativa privada, poder público e sociedade civil – movimentos sociais e populares, entidades acadêmicas, comunidades tradicionais e Organizações Não Governamentais (ONGs) em percentuais indicados pelo órgão realizador do evento, o Ministério do Meio Ambiente. Inclusive, será feita uma pesquisa censitária sobre “Perfil dos Delegados”, que se realiza desde 2005 mostrando numa série histórica, o seu conhecimento sobre as políticas públicas e o  engajamento em instituições que tratam de questões socioambientais.

 

23.10.2013

 

Assessoria de Comunicação do Conpam

Elizabeth Rebouças – 85 31011235