Maestro Arthur Barbosa integra missão do Ministério da Cultura na Venezuela

8 de novembro de 2013

Um grupo de oito maestros brasileiros foi convidado pelo Ministério da Cultura para integrar uma missão oficial com destino a Caracas, na Venezuela. Entre eles, está o regente titular da Orquestra de Câmara Eleazar de Carvalho, Arthur Barbosa. A visita, que ocorre de 12 a 16 de novembro, é requisito do trâmite diplomático para oficialização de um convênio entre os dois países, com vistas à aproximação na área da música de concerto e ao desenvolvimento de políticas publicas na área de formação orquestral.

 

El Sistema (“O Sistema”) é um modelo didático musical, idealizado e criado na Venezuela por José Antonio Abreu, que consiste em elementos de educação musical pública, difusos e capilarizados, com acesso gratuito e livre para crianças e jovens adultos de todas as camadas sociais.

 

A importância desse método vai além da artística, pois apresenta perspectivas variadas sobre ação social. A maior parte dos jovens músicos de El Sistema provém das camadas mais carentes da população. Nas orquestras e coros (que já são mais de 300 naquele país), o jovem encontra na música uma via de desenvolvimento intelectual e promoção social, por meio de muito empenho pessoal e disciplina.

 

O acordo binacional firmado pelo governo dos dois países visa a trazer o conhecimento da Venezuela e implantar no Brasil um projeto similar por meio dos Centros Educacionais Unificados (CEU?s) já construídos, e também dos que estão sendo construídos no Brasil.

 

Arthur Barbosa prevê que o acordo diplomático possibilitará, em breve, a implementação de um primeiro núcleo de formação orquestral do Ceará, que poderá ter como professores os próprios músicos da Orcec. Para ele, essa é uma semente que dará muitos frutos, a partir do saber colhido junto ao projeto venezuelano.

 

Entre os oito maestros da comitiva, dois representam o Nordeste, Arthur Barbosa, regente da Orcec (CE), e Ricardo Castro, regente da orquestra e projeto Neogiba, da Bahia. Também já confirmaram presença os regentes Carlos Moreno, da Orquestra Sinfônica de Santo André (SP), Roberto Duarte, da Orquestra do Theatro São Pedro (SP), Cláudio Cohen, da Orquestra Sinfônica Nacional (DF). A coordenação técnica do convênio Brasil-Venezuela é do maestro Amilson Godoy.

 

08.11.2013

Assessoria de Imprensa da Secult

Dalwton Moura (dalwton.moura@secult.ce.gov.br / 85 3101.6761)