Programas do Hospital César Cals são destaques em vídeo do UNICEF

25 de novembro de 2013

Foram dois dias de trabalho acompanhando a rotina dos programas de aleitamento materno do Hospital Geral Dr. César Cals, unidade da rede de hospitais da Secretaria da Saúde do Estado. Uma equipe do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), formada por cinegrafista, jornalista e uma representante do escritório responsável pelos projetos no Ceará, Piauí e Maranhão acompanhou a rotina de incentivo ao aleitamento materno, visita à casa das mães doadoras, Unidade de Terapia Intensiva Neonatal, Método Canguru e Casa da Gestante.

 

O vídeo destaca cada uma ações, que fazem parte dos programas instituídos pelo Hospital César Cals para beneficiar, humanizar e melhorar a recuperação de bebês prematuros nascidos na unidade, considerando que o HGCC é um hospital de alta complexidade, por isso o diferencial desses programas que salvam vidas. Agora o mundo todo tem a oportunidade de conhecer o diferencial de um hospital do Ceará, no Nordeste do Brasil.

 

As orientações começam já no pré-natal, com informações, conversas com assistente social, as consultas médicas e exames para acompanhar a evolução do bebê durante a gestação. Elas conhecem, inclusive, a maternidade, numa visita guiada, já para deixá-las mais seguras para hora do parto. Quando as mães são admitidas, as informações sobre aleitamento materno, registro civil, doação de leite, entre outras, são reforçadas e passadas também aos familiares e acompanhantes. Após o parto, mais uma vez as mães têm contato com as enfermeiras, técnicas de enfermagem e assistentes sociais, que dão continuidade as orientações. Cada unidade têm afixada os passos que devem seguir para incentivar a política de aleitamento materno, ação trabalhada diariamente com todas as pacientes.

 

Além disso, o HGCC possui duas Unidades de Terapia Intensiva Neonatal, duas unidades de médio risco, destaque no Método Canguru, onde as mães têm a oportunidade de cuidar do seu filho junto ao seu corpo, segurado por uma roupa especial que o mantém aquecido, banco de leite humano, que trabalha com a doação, pasteurização, e distribuição de leite para os recém-nascidos, Acolhimento Materno, para cuidar mães que têm filhos internados na UTI e a própria Casa da Gestante, que oferece cuidado integral, 24 horas por dias às gestantes de risco, num ambiente familiar, parecido com uma casa, tudo pensado para favorecer e proporcionar o melhor atendimento.

 

O Vídeo do UNICEF é um reconhecimento da atuação do Hospital César Cals no incentivo á amamentação, à doação de leite humano, ao cuidado especial com a gestante e com o
bebê. São essas ações que favorecem a diminuição da mortalidade infantil e materna. De acordo com dados da Organização das Nações Unidas (ONU), que utiliza uma metodologia de comparação internacional, a mortalidade na infância no Brasil caiu 77% entre 1990 e 2012. Segundo o estudo, em 1990, a taxa de mortalidade no Brasil era 62 para cada mil nascidos vivos. Em 2012, o número caiu para 14. O Nordeste foi a região com o maior percentual de queda: 77,5%, passando de 87,3 para 19,6 por mil nascidos vivos. Os estados que se destacam são Alagoas (-83,9%), Ceará (-82,3), Paraíba (-81), Pernambuco (-80,9) e Rio Grande do Norte (-79,3).

 

25.11.2013

Assessoria de Comunicação do HGCC

Wescley Jorge (ascom@hgcc.ce.gov.br / 85 3101.5323 – 8828.7463)

Twitter: @Hosp_CesarCals

Facebook.com/HospitalGeralCesarCals