Projeto Paulo Freire/FIDA beneficiará 31 municípios cearenses

28 de Janeiro de 2014

O Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), realizou nesta terça-feira (28), reunião com os prefeitos dos 31 municípios que receberão o Projeto Paulo Freire. No encontro, os representantes do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) esclareceram os critérios de escolha das comunidades que serão beneficiadas com os projetos que serão desenvolvidos. Serão desenvolvidos projetos produtivos e de capacitação de agricultores, com foco em jovens e mulheres.

 

Os municípios beneficiados pelo Programa serão: Aiuaba, Altaneira, Antonina do Norte, Araripe, Arneiroz, Assaré, Campos Sales, Coreaú, Frecheirinha, Graça, Hidrolândia, Ipu, Ipueiras, Irauçuba, Massapê, Moraújo, Mucambo, Nova Olinda, Pacujá, Parambu, Pires Ferreira, Potengi, Quiterianópolis, Reriutaba, Salitre, Santana do Cariri, Senador Sá, Sobral, Tarrafas, Tauá e Varjota. Em cada um deles, até duas comunidades serão atendidas com os projetos produtivos.

 

O Projeto Paulo Freire é um projeto que apresenta investimentos de US$ 80 milhões, sendo metade dos recursos concedidos pelo FIDA e a outra metade com recursos oriundos do Estado. O objetivo do projeto é atender com capacitações 60 mil famílias e com projetos produtivos 30 mil famílias.

 

“Queremos capacitar essas famílias para receber os projetos e ações oriundas de investimentos na agricultura, pois assim, elas poderão ter trabalho e renda”, afirmou o secretário da SDA, Nelson Martins. O investimento será aplicado até 2019, em ações para reduzir a pobreza rural no semiárido cearense no âmbito agrícola e não agrícola, com foco principal em jovens e mulheres.

 

Para a prefeita de Tauá, Patrícia Aguiar, o Projeto Paulo Freire vai representar para o município a possibilidade de se criar uma mão-de-obra qualificada para a zona rural. “Tauá é um município que tem uma vocação agrícola muito forte, e este projeto certamente vai nos dar a oportunidade não só de permitir que impulsionemos a nossa agricultura e também preparamos os jovens para trabalhar na agricultura”, afirmou a gestora.

 

Para o oficial de projetos do FIDA no Brasil, Ivan Cossio, destacou que o Ceará é o Estado que melhor apresentou resultados na parceria com o órgão. “A proximidade do FIDA com o Estado é muito importante, pois sentimos que aqui vamos realmente obter os resultados que nós tanto esperamos”, afirmou Cossio. “Queremos desenvolver as capacidades desses homens e mulheres que serão beneficiados com esse projeto, possam estar preparados para gerir seus negócios e seu trabalho. Assim, vamos ajudar a erradicar a pobreza no Ceará”, complementou. Também participou da missão oficial do FIDA no Ceará, o gerente do FIDA no Brasil, Hardy Vieira.

 

O secretário Nelson Martins informou ainda que a partir de março representantes da Unidade de Gerenciamento de Projetos (UGP) do Projeto Paulo Freire vão realizar seminários nos municípios beneficiados para definir as comunidades beneficiadas e os projetos que poderão ser desenvolvidos.

 

Foi assinada, ao final da missão, ajuda memória entre o FIDA e o Estado do Ceará para garantir a contrapartida do Estado ao Projeto Paulo Freire e a assessoria do FIDA na sua implantação.

 

28.01.2014

Assessoria de Comunicação da SDA

Lúcio Filho / Amanda Sobreira / Luana Matos (asscom@sda.ce.gov.br / 85 3101.8105)

Twitter: @ImprensaSDA