Estudantes numa lição de solidariedade farão rolezinho pela doação de sangue

31 de Janeiro de 2014

A mobilização para doações de sangue chegou às redes sociais e está marcada para este sábado, 1º de fevereiro, às 9 horas, o Rolezinho do Hemoce, por iniciativa da estudante de psicologia Lorena Villanueva, que pretende conseguir mil doações para o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará. Cerca de 500 pessoas já confirmaram participação. Desde o final de 2013 o Hemoce realiza campanhas para garantir a reposição dos estoques durante o período de férias, período em que diminuem as doações e aumenta a demanda por hemoderivados. O Hemoce precisa de doações de todos os tipos de sangue e, com mais urgência, dos tipos A, B e O, positivos e negativos. Para a campanha de doações no período de férias, o Hemoce recebeu o cantor Marcos Lessa e o Circo Moscow, e já prepara a campanha de coleta para o carnaval.

 

O Hemoce precisa receber diariamente 250 doações para que o estoque se mantenha em um nível ideal. A hemorrede é responsável pelo atendimento de mais de 8 milhões de pessoas distribuídas nos 184 municípios, através de 307 hospitais e 10 clínicas de hemodiálise, alcançando a marca de 120 mil transfusões por ano. As doações podem ser feitas por todo o estado. A hemorrede é composta de cinco hemocentros (Fortaleza, Crato, Iguatu, Sobral, Quixadá) e um hemonúcleo em Juazeiro do Norte. Em Fortaleza, além da sede, o Hemoce possui um posto de coleta do IJF.

 

Para captar doadores, o Hemoce mantém uma rotina de sensibilização de potenciais doadores, com a realização de palestras em empresas, universidades, igrejas, entre outras instituições, e desenvolve o programa “Doadores do Futuro”, em escolas públicas e particulares, para esclarecer crianças e adolescentes sobre a doação de sangue. A Caravana da Solidariedade é outra estratégia para garantir as doações necessárias. Uma unidade móvel do Hemoce transporta grupos de pessoas interessadas em fazer doações até a sede do hemocentro para a realização da coleta. A Caravana da Solidariedade pode ser agendada pelo telefone 3101.2300 por grupos de amigos, colegas de trabalho, igrejas, faculdades e outras instituições. O Hemoce também mantém um calendário de coletas externas em espaços públicos, mas que também podem ser agendadas por shoppings, bancos, igrejas, clubes etc. As parcerias têm sido fundamentais para a manutenção dos estoques do Hemoce.

 

Para doar sangue, é necessário estar saudável e bem alimentado, ter entre 16 e 69 anos e possuir mais de 50 kg. Os menores de idade, porém, só podem doar com o consentimento do responsável legal. O termo de consentimento, disponível em toda a hemorrede estadual e no site www.hemoce.ce.gov.br, deve ser preenchido e assinado pelo candidato à doação e por seu responsável legal, e anexada uma cópia de documento oficial com foto do representante legal.

 

Medula óssea

 

Desde o ano 2000 o Hemoce é responsável pelo cadastro de possíveis doadores de medula óssea no Ceará. Atualmente, a Hemorrede estadual possui cerca de 120 mil pessoas cadastradas no Registro Nacional de doadores de Medula óssea (Redome). Somente este ano, já foram cadastrados 290 possíveis doadores de medula óssea.

 

31.01.2014

Assessoria de Comunicação da Sesa

Selma Oliveira / Marcus Sá /  ( selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220 / 3101.5221)

Twitter: @SaudeCeara

www.facebook.com/SaudeCeara