Biblioteca Pública inicia preparação para reforma

26 de fevereiro de 2014

A Biblioteca Pública Governador Menezes Pimentel fechou as portas ao público a partir dessa segunda-feira (24), preparando-se para uma grande reforma que terá início em breve e deve se estender até o fim de 2014. Durante o período em que o equipamento estiver fechado, os usuários podem se deslocar a demais bibliotecas espalhadas pela cidade, com as quais uma equipe da Biblioteca Pública Governador Menezes Pimentel manteve contato para orientar os visitantes sobre dias e horários de funcionamento, acervo e serviços. Clique aqui para ter acesso à relação de bibliotecas e as respectivas informações.

 

Com uma coleção de mais de dez mil obras raras, a Biblioteca Pública Governador Menezes Pimentel está completando no próximo mês de março 147 anos, reunindo cerca de 130 mil títulos, distribuídos em uma área de 2.272 metros quadrados. Este importante acervo será totalmente higienizado. De acordo com a diretora da Biblioteca, Enide Vidal, durante o período de higienização também será realizado o acondicionamento das estantes e de todo o acervo, como medida de proteção, já que as intervenções da reforma terão início na sequência dessa fase.

 

Mesmo sem atendimento ao público, a equipe de funcionários da Biblioteca Pública estará toda empenhada no trabalho de limpeza e organização do acervo. “Para isso, montamos dez equipes de trabalho que serão divididas em turnos, para o cumprimento do cronograma de atividades, que inclui, entre outras ações, a atualização do sistema Arches Lib, um software utilizado para catalogar o acervo”, justifica Enide. Durante a reforma, o equipamento passará por várias intervenções que tornam inviável a circulação de visitantes, como a geração de ruídos. “As salas ficarão sem condições para que se possa trabalhar, ler ou pesquisar. O ambiente de uma biblioteca necessita de silêncio e conforto para os seus usuários”, acrescenta a diretora.

 

A expectativa é que, após a reforma, o número de visitantes passe dos dois mil ao ano para dez mil por mês, em média. “Nossa meta é que todos os equipamentos culturais do Estado possam funcionar com qualidade e contamos com a compreensão de toda a população durante o período em que manteremos as portas fechadas”, destaca o secretário da Cultura do Estado, Paulo Mamede, que colocou desde o início da sua gestão a Biblioteca como uma das prioridades, sendo o local onde fez a primeira visita ao assumir a Pasta. “Tenho a compreensão da importância desse equipamento, e a destinação de recursos, entre as duas intervenções, demonstra que o Governo do Estado também tem o mesmo olhar”, enfatizou o secretário.

 

O processo licitatório das obras de reforma, no valor de R$ 14.740.578,84, está em andamento. A reforma prevê intervenções nas instalações prediais, hidráulicas, sanitárias, elétricas e de climatização, além de obras de acessibilidade. Todo o forro será removido, os banheiros serão renovados e a fiação elétrica substituída. Atualmente, o prédio já vem passando pelas obras de integração ao Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, ao custo de R$ 2.009.166,08, que compreendem melhorias na fachada, nos acessos e no estacionamento, além da expansão da reserva técnica do Memorial da Cultura Cearense.

 

Criada em 25 de março de 1867 como Biblioteca Provincial do Ceará, a Biblioteca Pública Governador Menezes Pimentel está hoje integrada arquitetonicamente ao Centro Cultural Dragão do Mar, distribuída em cinco pavimentos. Com a missão de disseminar informação, cultura, educação e lazer para toda a comunidade cearense sem qualquer distinção de sexo, raça, religião ou nível socioeconômico, o equipamento oferece também atendimento especializado a pessoas com deficiência e sem alfabetização.

 

26.02.2014

 

Assessoria de Comunicação da Secult
(85) 3101.6761 – imprensa@secult.ce.gov.br