Curso prepara profissionais para atendimento em mastologia

24 de Abril de 2014

14 mastologistas darão aulas no Curso de Mastologia Básico, que será realizado nesta sexta-feira (25), como parte da programação da XI Jornada Cearense de Mastologia. O evento é uma realização da Sociedade Brasileira de Mastologia no Ceará com apoio da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), e acontece no Hotel Praia Centro, das 08 horas às 18 horas. Médicos mastologistas e enfermeiros das 19 policlínicas regionais construídas pelo Governo do Estado e já em funcionamento em diferentes regiões do Ceará participarão do curso. Em todas as policlínicas há atendimento de médicos especialistas em mastologia e também a garantia de realização de mamografias, exame que ajuda no diagnóstico precoce do câncer de mama.

 

O presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia no Ceará, Ércio Ferreira Gomes, informa que as aulas serão focadas no câncer de mama para deixar os profissionais cada vez mais preparados e atualizados na prevenção, controle e tratamento da doença e assim reduzir a mortalidade. O câncer de mama é o que mais provoca mortes entre as mulheres. Em 2010, segundo o Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), 431 mulheres morreram com câncer de mama no Ceará. Em 2011, o número de óbitos também ficou em 492. No ano seguinte, em 2012, foram 494 óbitos. Em 2013, o total, ainda sujeito a revisão, foi de 459.

 

Mamografia

 

Quanto mais cedo o diagnóstico, maiores as chances de cura do câncer de mama. O alerta dos mastologistas nem sempre é assimilado pelas mulheres. Mesmo com a garantia do exame de mamografia, perto de casa,- na própria região onde moram, muitas mulheres não comparecem no dia agendado para a realização do exame. Na policlínica regional em Baturité, uma das primeiras construídas pelo governo do Estado, foram ofertadas 17.861 mamografias de abril de 2011 a fevereiro deste ano. Desse total, compareceram 9032 mulheres. Além do medo do diagnóstico, é preciso mais informações sobre a importância em tratar logo. Por isso, as equipes do Programa Saúde da Família dos municípios estão mobilizadas para a multiplicar a informação de que é melhor prevenir, cuidar cedo porque as possibilidades de cura são maiores.

 

24.04.2014

Assessoria de Comunicação da Sesa

Selma Oliveira / Marcus Sá (selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220 / 3101.5221)

Twitter: @SaudeCeara

www.facebook.com/SaudeCeara