Comitês de mortalidade materna serão capacitados para reduzir óbitos

16 de maio de 2014

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) lança uma força-tarefa para o controle da mortalidade materna. A ação contará com a realização de seminário de sensibilização para prefeitos e secretários municipais de saúde e cursos de capacitação dos integrantes dos comitês regionais de prevenção à mortalidade materna. Com orientações sobre a investigação epidemiológica e estudos de casos clínicos de óbitos maternos, serão realizados seis cursos para capacitação de 375 membros dos comitês das 22 regiões de saúde do Estado, a partir desta segunda-feira (19) de maio até o mês de julho. No dia 26 de maio, 300 prefeitos e gestores municipais de saúde estarão reunidos no auditório da Secretaria da Fazenda do Estado (Avenida Pessoa Anta, 274 – Centro), a partir das 8h30min, com gestores da Sesa, no Seminário de Sensibilização para a Redução da Mortalidade Materna, Infantil e Fetal.

 

O Comitê Estadual de Prevenção à Mortalidade Materna, Infantil e Fetal estabeleceu a investigação das mortes maternas como tarefa essencial pata orientar as ações de redução desses óbitos. O desafio é reduzir a Razão de Mortalidade Materna (RMM) para aproximá-la da meta de 35 por 100 mil nascidos vivos, estabelecida para 2015 pelos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Com as capacitações, os comitês regionais estarão melhor preparados para fazer a investigação dos óbitos e propor as ações mais eficazes de prevenção.

 

Em 2013 o Ceará registrou 117 óbitos maternos, ou 88,6 por 100 mil nascidos vivos. Em 2011, com 110 óbitos maternos registrados, a RMM foi de 67,8 e, em 2012, de 90,9, para 135 mortes maternas. Além de apoiar a implantação da Rede Cegonha, o Governo do Estado, através da Secretaria da Saúde desenvolve uma série de ações para garantir assistência integral ao parto e nascimento, para reduzir a mortalidade materna e infantil. Com a implantação das policlínicas regionais, fica garantido o acesso à consulta de pré-natal de risco em todas as regiões de saúde. Com o funcionamento da nova rede ampliada de Unidades Básicas de Saúde no interior, no total 150 unidades construídas com recursos do governo do Estado, as mulheres recebem durante a gravidez atenção mais qualificada em estruturas ideais, nos padrões da Anvisa.

 

Com o foco da prevenção, o Ceará foi o primeiro estado brasileiro a universalizar, em 2010, os dois testes de HIV e sífilis para gestantes no pré-natal. A universalização do exame foi possível com a aquisição de equipamentos para os Laboratórios Centrais de Saúde Pública (Lacen), unidades da rede estadual de saúde que realizam os testes. A Sesa realizou capacitações para a aplicação do novo teste rápido de HIV e sífilis, que diminui o risco de falso positivo. Para avançar no tratamento da doença, em 2012 a Secretaria distribuiu kits de reação anafilática por penicilina a 183 municípios para o tratamento de possíveis reação alérgica em pacientes com sífilis.

 

Em 2010, a Secretaria da Saúde do Estado formou 140 especialistas em Enfermagem Obstétrica e Neonatal, em curso promovido em parceria com a Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP/CE) e apoio do Ministério da Saúde. Em março deste ano, foi realizado o seminário “A Enfermagem Obstétrica e sua contribuição na assistência ao parto e nascimento: desafios da Rede Cegonha”, com a participação de 150 profissionais de enfermagem, diretores e gestores dos hospitais polos e centros de parto normal de todo o Ceará para estabelecer o protocolo de assistência ao parto no âmbito da Rede Cegonha.

 

Capacitação do Comitê de Prevenção à Mortalidade Materna, Infantil e Fetal

Data

Local

Regiões e participantes

19 e 20 de maio

Mareiro Hotel

Tauá (11), Crateús (27), Tianguá (12), Camocim (22)

26 e 27 de maio

Hemoce

Sobral (36), Acaraú (20)

28 e 29 de maio

Hemoce

Fortaleza (15), Cascavel (23), Caucaia (18)

10 e 11 de junho

Secretaria da Saúde do Estado

Icó (12), Brejo Santo (14), Iguatu (13), Crato (10), Juazeiro do Norte (16)

25 e 26 de junho

Mareiro Hotel

Aracati (21), Russas (8), Quixadá (23), Limoeiro do Norte (16)

Julho

A definir

Maracanaú (15), Itapipoca (15), Baturité (14), Canindé (14)

 

16.05.2014

Assessoria de Comunicação da Sesa

Selma Oliveira / Marcus Sá (selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220 – 3101.5221)

Twitter: @SaudeCeara

www.facebook.com/SaudeCeara