Cine São Luiz: identificação de novos elementos da pintura original surpreende restauradores

19 de maio de 2014

“Recuperar e restaurar um dos mais importantes ícones da cultura cearense, preservando e valorizando a sua riqueza arquitetônica, é um grande desafio e também traz grandes surpresas”. A declaração do secretário da Cultura do Estado do Ceará, Paulo Mamede foi feita durante recente inspeção nas obras de recuperação e restauração do Cine-teatro São Luiz, que contam com investimento de R$ 15.287.832,21 em recursos do Governo do Estado. “Entre as surpresas está a cor das magistrais colunas laterais do cinema, que quase todos nós conhecemos como marrons, mas que originalmente eram da cor dourado metálico”, afirmou o secretário, ao vistoriar o trabalho da equipe de restauro, coordenada pelo restaurador José Luiz Motta.

 

Esta informação, segundo José Luiz, que tem na sua equipe ainda as artistas visuais e restauradoras Angela Motta e Maria Cristina Rabello, dá uma nova diretriz para o trabalho que está sendo realizado. A equipe vinha trabalhando com a perspectiva de utilização de pigmento sintético na pintura das colunas. “Na prática identificamos o DNA da cor e agora o nosso desafio é identificar o código internacional e a técnica mais adequada para que estas colunas voltem ao dourado metálico dos anos 50”, destacou o restaurador.

 

José Luiz Motta ressaltou ainda que as análises técnicas que estão sendo realizadas permite adiantar que áreas como o forro do teto do cinema, rico em detalhes e cores, não precisará receber nova pintura em sua totalidade. “Observamos que há uma série de detalhes que não necessitam de tinta nova, basta uma higienização e verniz. Já em áreas mais destacadas, como as paredes laterais, vamos identificando as cores originais para mandar produzir os pigmentos”, afirmou.

 

De acordo com o engenheiro residente da obra, realizadas pela Construtora Granito Ltda, José Cardoso, todas as intervenções que vêm sendo realizadas no equipamento atendem a duas premissas: o compromisso de manter as características arquitetônicas originais, recompondo a edificação com suas características estéticas e históricas e, paralelamente, realizar a modernização das instalações e infraestrutura. “As obras também atendem às novas demandas, como é o caso das melhorias nos sistemas de iluminação, acústica, projeção, climatização, além dos assentos, piso e revestimentos”, enfatizou Cardoso.

 

De acordo com o secretário da Cultura e com o engenheiro residente da obra, está mantido o cronograma de entrega do novo São Luiz, como cine-teatro, até outubro deste ano. O equipamento poderá receber, além das exibições de filme, apresentações de linguagens artísticas como música, dança e teatro. “É prioridade, para a Secult, devolver à população cearense um patrimônio como é o São Luiz e garantir que todos os equipamentos culturais do Estado, que estão passando ou vão passar por obras, tenham plenas condições de uso e programação de qualidade. A Secretaria mantém o compromisso de concluir até o final deste ano o conjunto de obras nos equipamentos”, reforça o secretário Paulo Mamede.

 

19.05.2014

 

Assessoria de Imprensa da Secult
Dalwton Moura
Raimundo Madeira
Sonara Capaverde
85 3101.6737