Geração de empregos no Ceará é o melhor da Região Nordeste

21 de maio de 2014

Em abril, o Ceará registrou a criação de 4.463 empregos celetistas, equivalentes à elevação de 0,37% em relação ao estoque de assalariados com carteira assinada do mês anterior. O saldo de empregos é o melhor da Região Nordeste. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quarta-feira (21), pelo Ministério do Trabalho e Emprego. O desempenho do Ceará foi proveniente da expansão do emprego nos setores de serviços (2.370 postos) e indústria de transformação (840 postos).

 

 
Na série ajustada, que incorpora as informações declaradas fora do prazo, nos quatro primeiros meses do ano houve decréscimo de 6.654 postos. Nos últimos 12 meses, verificou-se crescimento de 4,93% no nível de emprego ou 56.143 mil novos postos de trabalho.

 

Para o presidente do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT), Gilvan Mendes, “um aspecto positivo é que estamos mantendo o nível de geração de empregos, principalmente com carteira de trabalho assinada, que assegura uma série de direitos trabalhistas, dentre eles 13º salário, férias remuneradas e seguridade social”.

 

 

21.05.2014

 

Assessoria de Comunicação do IDT

Ana Clara Braga
anaclara@idt.org.br / 85 3101.5500