Copa 2014: Centro Integrado de Operações da Saúde começa a funcionar

28 de maio de 2014

Ceará e São Paulo foram os estados participantes, através de videoconferência, do lançamento do Centro Integrado de Operações Conjuntas da Saúde (CIOCS), feita na terça-feira (27), em Brasília, pelo ministro da Saúde, Arthur Chioro. Os CIOCS nacional e regionais serão ativados nesta quarta-feira (28), 15 dias antes do início da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014. Os Centros vão monitorar as situações de risco, a demanda por atendimento, a vigilância epidemiológica e sanitária, além de coordenar respostas diante de emergências em saúde pública nas 12 cidades-sede do Mundial. O CIOCS regional do Ceará funciona na sede da Secretaria da Saúde do Estado, Avenida Almirante Barroso, 600, Praia de Iracema.

 

O CIOCS nacional manterá comunicação com os núcleos regionais nas sedes. No Ceará, o CIOCS regional fará a coleta de dados em tempo real, em 18 unidades de saúde, para a transmissão das informações de atendimentos exclusivamente relacionados à Copa. Para envolver o público na vigilância à saúde, o ministro da Saúde também apresentou o aplicativo Saúde na Copa, que está disponível, gratuitamente, para download nos idiomas português, inglês e espanhol, e é destinado aos torcedores brasileiros e estrangeiros.

 

Por meio do aplicativo, o Ministério da Saúde poderá mapear ocorrências de sintomas similares entre a população, possíveis surtos ou mudança no comportamento epidemiológico da população. Na prática, os torcedores poderão ajudar técnicos do SUS a mapear ocorrências de sintomas similares em uma determinada localidade. Para isso, o usuário indicará diariamente qual é a sua condição de saúde (muito bem, bem, mal ou muito mal). A partir dos resultados, o Ministério da Saúde, em conjunto com os governos municipais e estaduais, poderá adotar as providências necessárias para informar e proteger a população.

 

O SUS está preparado para detectar a introdução de novas doenças ou alteração do padrão epidemiológico do Brasil. Durante o Mundial, as equipes de vigilância e assistência atuarão no monitoramento de situações nas arenas e entorno, nos postos médicos e outras unidades de saúde, bares, restaurantes, rede hoteleira, rede assistencial, SAMU, portos, aeroportos e fronteiras, Fan Fests e outras festas, centros de treinamento e municípios turísticos. No Ceará, o CIOCS regional funcionará plenamente nos dias de jogos na Arena Castelão, no total de seis, durante os 25 dias de Fan Fest no Aterro da Praia de Iracema e, em dias que não houver jogo nem Fan Fest, funcionará em regime de plantão.

 

O Ministério da Saúde desenvolveu planos de contingência para acidentes com múltiplas vítimas, para acidentes com produtos químicos, biológicos, radiológicos, nucleares e explosivas (QBRNE), emergências epidemiológicas e desastres. Foram realizados treinamentos para execução dos planos, em conjunto com estados e as cidades-sedes. Em Fortaleza, os profissionais de saúde e agentes de segurança que participaram do treinamento em ameaças QBRNE participam neste domingo, 1º de junho, do simulado com múltiplas vítimas, das 8 às 14 horas, tendo como cenários o Farol do Mucuripe, a região de tancagem e o Cais do Porto, com simulações de conflito 1. entre policiais e manifestantes, explosão de bomba suja, choque entre carros com explosão de tanques de combustível e sinistro durante desembarque de turistas de navio atracado no porto. Mais de 500 pessoas, entre profissionais e figurantes, participarão do simulado.

 

28.05.2014

Assessoria de Comunicação da Sesa

Selma Oliveira / Marcus Sá (selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220 – 3101.5221)

Twitter: @SaudeCeara

www.facebook.com/SaudeCeara