Homens podem doar sangue 4 vezes por ano e mulheres até 3 vezes

8 de agosto de 2014

Estimativa do Ministério da Saúde indica que se cada brasileiro doasse sangue duas vezes por ano, não faltaria sangue para transfusão no Brasil. Mas apenas 1,8% dos brasileiros são doadores regulares, o que faz com que o nível dos estoques dos hemocentros públicos esteja sempre abaixo do ideal. Por isso as constantes campanhas e mobilizações realizadas para estimular a população a doar sangue. Pelos critérios definidos pelo Ministério da Saúde, homens podem doar sangue a cada dois meses, até quatro vezes por ano, enquanto mulheres podem doar a cada três meses, até três vezes por ano. No Ceará, o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), unidade da Secretaria da Saúde do Estado, é responsável pela política de sangue e tem capacidade para atender às exigências da sociedade, em se tratando de sangue e hemoderivados para suprir as necessidades da população.

 

No Hemoce, o estoque de sangue é controlado diariamente em cima de um valor que corresponde à média de atendimento da hemorrede para três dias e não considera os estoques nos hospitais. Esse monitoramento permite trabalhar para a manutenção do estoque sempre acima do número de atendimento diário. O monitoramento oferece segurança a todos os hospitais atendidos pelo Hemoce e tem por objetivo indicar a necessidade de ações capazes de mobilizar a população e prevenir situações emergenciais.

 

Para doar sangue basta estar saudável, bem alimentado, ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 kg e apresentar um documento oficial com foto. Os menores de idade, só podem doar se apresentarem o Termo de Consentimento para menores de 18 anos, que deverá ser preenchido e assinado pelo candidato à doação e por seu responsável legal, anexando ainda cópia do documento oficial com foto do representante legal. O Termo também está disponível no site (www.hemoce.ce.gov.br) para download. A coleta é feita em ambiente limpo e todo o material utilizado é descartável, evitando qualquer possibilidade de contaminação. A coleta é feita por uma equipe especializada e com acompanhamento médico. Antes da doação é feita uma avaliação clínica com exame físico, verificação do peso e realização de teste para anemia.

 

A doação não traz danos para o doador, já que o sangue doado é rapidamente reposto pelo próprio organismo. A quantidade de sangue coletada é de aproximadamente 450ml, ou seja, menos de 10% do volume em circulação no corpo. Logo após a doação o organismo começa a trabalhar para compensar a quantidade retirada, em 24 horas o volume será o mesmo e outros fatores e células do sangue estarão em níveis anteriores à doação em alguns dias. Após a doação, o sangue será examinado nos laboratórios do Hemoce para tipagem sanguínea, eletroforese de hemoglobina e testes para hepatite B e C, sífilis, doença de chagas, HIV e HTLV I e II. Cerca de 45 dias após a doação o laudo com resultado dos exames fica disponível no Setor de Resultados de Exames, no Hemocentro onde foi feita a doação. O comprovante de doação é enviado, via correio, para a residência do doador, após 40 dias da doação. Caso seja preciso algum esclarecimento nos exames realizados, será feita convocação por carta para uma nova coleta de amostra de sangue.

 

Para a manutenção dos estoques, o Hemoce realiza coletas de rotina e coletas externas. A coleta externa é toda aquela que acontece fora das dependências do Hemoce. São utilizados nossos veículos, como vans e unidade móvel, para realizar a coleta de sangue. Para que a coleta aconteça, é necessária a parceira com instituições públicas ou privadas. Essas podem entrar em contato com o hemocentro de sua região por telefone ou email para agendar datas no calendário. É importante que o contato tenha pelo menos 20 dias de antecedência do dia previsto para a coleta. As solicitações de coletas são agendadas em calendário organizado durante as visitas às instituições e os municípios da região de responsabilidade de cada hemocentro.

 

A Caravana da Solidariedade foi lançada em agosto de 2010 como forma de aproximar do hemocentro de Fortaleza aqueles voluntários que querem doar sangue mas não tem tempo ou estão distantes da nossa sede. Para agendar a Caravana da Solidariedade envie um email para a Captação de Doadores ( captacao@hemoce.ce.gov.br) ou ligue para (85) 3101.2300.

 

A hemorrede estadual é responsável pela cobertura a mais de 8 milhões de pessoas distribuídas nos 184 municípios, através de 307 hospitais e 10 clínicas de hemodiálise, alcançando a marca de 120 mil transfusões por ano. As doações podem ser feitas por todo o estado. O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) é composta de cinco hemocentros (Fortaleza, Crato, Iguatu, Sobral, Quixadá) e um hemonúcleo em Juazeiro do Norte. Em Fortaleza, além da sede, o Hemoce tem um posto de coleta do IJF. Em todo o ano passado, o Hemoce coletou 102 mil bolsas de sangue, número inferior à capacidade do hemocentro, de 300 mil bolsas por ano. Mesmo assim, a marca de 102.870 doações foi a maior dos últimos cinco anos.

 

08.08.2014

 

Assessoria de Comunicação da Sesa
Selma Oliveira / Marcus Sá /  (  selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220 / 3101.5221)