Anfiteatro do Dragão do Mar recebe Cláudio Nucci e David Duarte

31 de outubro de 2014

Mais um show do Projeto Duetos rememora grandes clássicos da música popular brasileira. No próximo sábado, dia 1º de novembro, sobem ao palco do Anfiteatro do Dragão do Mar: o músico cearense David Duarte e paulista Claudio Nucci.

 

Serviço:
Dia 1º de novembro, às 21h, no Anfiteatro. Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia), à venda na bilheteria do Planetário.

Contato: Clara e Ulysses (3246-3579 / ulyssesgaspar@yahoo.com.br)

 

BIOGRAFIA CLAUDIO NUCCI

 

Claudio Nucci nasceu em 9 de junho de 1956, (Jundiaí, Estado de São Paulo). Nem uma alma viva no Brasil deixaria de reconhecer o nome de Claudio Nucci, voz, músicas, e belo coração! Sucessos como “Toada”, “Sapato Velho” e “Quero Quero” tornou-se parte do songbook MPB e de histórias de vida do povo brasileiro. carreira de Claudio Nucci é rico em testemunhos irrefutáveis ??da qualidade musical que perdura os testes de tempo. Apresentado em 1993, de Sergio Mendes “Brasileiro” vencedor CD do Grammy de Best World Album de Música, ou como membro do aclamado grupo “Boca Livre”, apresentado em 2003 ‘s Ruben Blades “Mundo” CD, também vencedor do Grammy de Melhor MusicAlbum Mundo , marca de Nucci é inconfundível.

 

Com o “Boca Livre”, ele também visitou os EUA em Ruben Blades ‘Coast-to-Coast “Mundo” tour, levando ao Grammy acima indicado. volta ao Brasil, Claudio Nucci tem colaborado com grandes nomes do Brasileiro música, como Chico Buarque e Edu Lobo, “Dança da Meia Lua” e ícones como Milton Nascimento, Nana Caymmi, Guinga, Mario Adnet e muitos mais. Em 1978, juntamente com Zé Renato, Mauricio Maestro e David Tygel, Nucci formado “Boca Livre “, um grupo que ainda hoje é um marco na indústria da música brasileira. Seu primeiro lançamento, o LP auto-intitulado “Boca Livre”, incluindo algumas das composições de Claudio, firmado um recorde de vendas na época ultrapassando 110 mil cópias, de cima para fazer um mapa do Brasil de Norte a Sul, projetando o grupo para a ribalta da cena musical, não por uma temporada, mas agora por quase 30 anos Claudio Nucci aventurou também em uma transportadora solo de sucesso, gravando três álbuns sob EMI-Odeon: “Claudio Nucci”, “Volta e Vai” e “Melhor de Três”. Estes lançamentos foram seguidos por “Pelo Sim, Pelo Não”, eo álbum inesquecível na companhia de Zé Renato.

 

Logo depois, Claudio Nucci e Zé Renato se juntou Ricardo Silveira, Marcos Ariel, Zé Nogueira, João Batista e Jurim Moreira para criar mais um sucesso de vendas e crítica: “Banda Zil”. O CD foi lançado mundialmente pela Continental e atingiu vendas sem precedentes em os EUA Com o grupo vocal “Nos e Voz”, Claudio também é destaque no CD “Ê Boi”, indicado para o Prêmio Sharp. “Casa da Lua Cheia”, outro álbum solo a partir de 2000 é agora reeditado por Verdadeira Azul Music com distribuição mundial, com alguns dos maiores sucessos de Nucci, como “Toada” e “Sapato Velho”.

 

BIOGRAFIA DAVID DUARTE

 

David Duarte tem sido apontado pela crítica e nos circuitos alternativos como um dos mais legítimos sucessores do “Pessoal do Ceará”, aquele movimento musical que na década de 70 revelou vários cearenses para o cenário nacional, dentre os quais a famosa trinca Fagner, Belchior e Ednardo.

 

David Duarte, cantor, compositor, instrumentista e produtor musical, dono de uma técnica impecável tocando violão e voz marcante, que pode ser ouvida, por enquanto, somente nas FMs Universitárias, Atlântico Sul, Tempo, Calypso e outras que conseguem ter vida própria…

 

David afirma que não se prende a nenhum estilo musical, estando aberto a todas as tendências que não comprometam a qualidade das mensagens que tenta repassar. Porém, ao ouvi-lo, logo somos levados a fazer uma identificação com o romantismo moderno de Jorge Versilo, Zeca Baleiro e Lenine, principalmente em “O Que Eu Queria” e “Presente”, canções de sua autoria que tocam nas emissoras acima citadas.

 

David expressa em seu CD “Dentro do Sonho”, lançado em 1997, um repertório que ressalta uma personalidade voltada para elementos rítmicos. Este é o primeiro álbum solo do cantor, compositor e músico cearense David Duarte um dos mais criativos compositores da atual geração que reside em Fortaleza.

 

Já teve criações registradas pelos conterrâneos Kátia Freitas, Rogério Franco,Teti, Daniela Montezuma, Edmar Gonçalves e Marcus Brito entre outros, sendo inclusive estes três últimos títulos dos discos deles, “Pela Vida”, “Bússola” e “Matiz” respectivamente.

 

Sua estréia é uma prova da renovação que pode ser implementada na música popular brasileira atual e que é elogiada por muita gente boa que tem acesso ao trabalho, que também tem nas artes gráficas outro grande destaque.

 

Isso sem mencionar o aspecto de qualidade musical com os instrumentistas e gravação e mixagem.

 

David Duarte venceu vários festivais de música na cidade e foi finalista no Festival Canta Nordeste, promovido pela Rede Globo, com a música Código, presente no seu primeiro CD Dentro do sonho. Também ganhou prêmio de melhor intérprete masculino, no 4° Prêmio NelSons do Ceará, em 2004.

 

Depois de emplacar o single “O que eu queria” e transforma-lo em um verdadeiro sucesso de execução, ele se concentra no lançamento de seu segundo CD solo Palavra Música. David espera repetir o sucesso do CD Dentro do Sonho, de 1998 e do CD “Som da Noite”, em parceria com Paulo Façanha e Júnior Colares.

 

31.10.2014

 

Assessoria de Comunicação e Marketing do Dragão do Mar
Telefones: 85 3488.8625/ 8970.8081