Fluoretação previne em até 40% o aparecimento da cárie

11 de novembro de 2014

Muitas pessoas talvez não saibam, mas a água que chega em sua casa através das torneiras é fluoretada, ou seja, a água tem adição de uma porcentagem de flúor. A água com fluoretação tem capacidade de prevenir a cárie em até 40%. Sabendo disso, a Cagece tem o cuidado de manter a água sempre fluoretada na ETA Gavião desde 1989, sendo esta responsável pelo abastecimento de Fortaleza, Maracanaú, Eusébio e parte de Caucaia. Outros sistemas do interior também têm esse benefício.

 

Segundo a dentista Yanna Arruda, “a fluoretação da água de abastecimento público representa uma das principais e mais importantes medidas de saúde pública no controle da cárie dentária, considerando-se sua abrangência coletiva”. Vale ressaltar, que as águas mineiras não possuem adição de flúor, sendo assim não agem diretamente na prevenção dessa doença.

 

A fluoretação funciona ainda como uma medida econômica, pois diminui os gastos com tratamentos da cárie. Para ter sucesso na prevenção é necessário que esse processo seja fiscalizado e que sejam evitados os excessos na implantação da substância, por isso a Cagece realiza monitoramentos na Estação a cada duas horas.

 

A água do açude Gavião já tem em seu natural a quantidade de 0,3 mg/litro de flúor, para atingir o valor adequado é realizado a adição do produto manualmente até que esteja com o volume de flúor entre 0,6 e 0,8 mg/litro, que de acordo com a portaria nº 2914 do Ministério da Saúde, esta é a quantidade padrão para o estado do Ceará. Já na ETA Oeste, que abastece Caucaia, a previsão de implantação da fluoretação é até o final de 2014.

 

11.11.2014

 

Assessoria de Comunicação e Relacionamentos da Cagece
Sabrina Lemos – 85 3101 1826 /  3101 1828/ 8878 8932